3261 – ☻ Mega Memória -Tele Dramaturgia: Meu Pedacinho de Chão


Meu Pedacinho de Chão foi uma telenovela brasileira produzida e exibida no horário das 18 horas pela Rede Globo entre 16 de agosto de 1971 e 6 de maio de 1972, com 185 capítulos. Foi escrita por Benedito Ruy Barbosa, com a colaboração de Teixeira Filho e direção de Dionísio de Azevedo.
Enredo
Pedro das Antas (conhecido como Serelepe) e Lidiane (Pituca) são apaixonados desde a infância.Os dois cresceram juntos, mas se separam na adolescência.11 anos depois, os dois voltam para a cidade em que se conheceram. Epaminondas, pai de Lidiane, nesses anos, passa a ocupar ilegalmente as terras de Serelepe, que volta e tenta recuperar as suas terras. Lidiane, por sua vez, se formou em professora e passa a dar aulas para os analfabetos do vilarejo. Serelepe, quando descobre que Liliane está na cidade, decide lutar pelo seu amor mas, quando descobre o parentesco de Epaminondas, seu maior rival, com Lidiane, tenta esquecê-la.
Grande parte da novela foi gravada em duas fazendas do município de Itu, em São Paulo.
A história era um drama rural e transmitia ensinamentos úteis aos trabalhadores e à população do campo. Os autores contavam com informações fornecidas pelas secretarias municipais de Agricultura e Saúde para escrever sobre vacinação, desidratação infantil, higiene e técnicas agrícolas. Com o desenvolvimento do Movimento Brasileiro de Alfabetização (Mobral), na época, a novela também abordou o problema do analfabetismo no campo, levando personagens adultos às salas de aula.
Produção:
- Meu Pedacinho de Chão foi co-produzida e exibida simultaneamente pela TV Globo e pela TV Cultura de São Paulo.
- Grande parte da novela foi gravada em duas fazendas do município de Itu, em São Paulo.

Curiosidades:
- Meu Pedacinho de Chão foi a primeira novela educativa da televisão brasileira.
- Com a novela, firmava-se na grade de programação o horário das 18h para a teledramaturgia da TV Globo.
- O autor Benedito Ruy Barbosa conta que a novela teve diversos problemas com a censura, como, por exemplo, na cena em que um personagem tocava violão e cantava o hino nacional para os caboclos. Depois disso, um aluno cantava o hino da escola, tendo a bandeira do Brasil estendida sobre a mesa. A censura cortou a cena, alegando que o hino brasileiro não podia ser cantado naquele ambiente, e que a bandeira nacional só podia aparecer em “cenas especiais”.
A telenovela inaugurou o horário das seis da Rede Globo, que permanece até hoje, no dia 16 de agosto de 1971.A trama durou até o dia 6 de maio de 1972, sendo substituída por Bicho do Mato, com Osmar Prado; de Chico de Assis e Renato Corrêa e Castro, totalizando 185 capítulos.
A novela tinha em seu elenco Patrícia Aires, que ficou famosa na telenovela da TV Excelsior A pequena órfã.
A telenovela foi reprisada várias vezes pela TV Cultura.
Em 1983, a Globo fez uma regravação da história. O título era Voltei pra Você. A regravação não foi um remake. Ela trazia seis personagens de Meu pedacinho de chão e se desenrolava a partir deles.
O ator Maurício do Valle que havia ficado famoso no cinema internacional com seu personagem de um cavaleiro com chapelão e capa de montaria, o Antônio das Mortes, repete a figura, mas sem muito sucesso, na interpretação do vaqueiro Zelão, que cai de amores pela professorinha.
Elenco
Ator Personagem
Maurício do Valle Zelão
Renée de Vielmond Professora Juliana
Castro Gonzaga Coronel Epaminondas
Percy Aires Padre Santo
Ayres Pinto Serelepe
Patrícia Aires Pituca
Pelezinho Tuim
Canarinho Rodapé
Nelson Conde Renato
Hemílcio Fróes Prefeito
Leonor Lambertini Joana
Ênio de Carvalho Fernando
Maria Aparecida Alves Tié
Janete Pires Gina
Trilha sonora: Uma melodia triste, marcante e inesquecível era o tema central – Passion Love Theme – The Magnetic Sounds

A Globo Planeja um Remake

A direção da Rede Globo, convidou Benedito Ruy Barbosa para falar sobre a produção do remake de “Meu Pedacinho de Chão”, novela que foi exibida em 1972. Durante a reunião, Benedito, surpreendeu a direção com uma sinopse inédita de uma trama rural, com perfil de novela das 21h. Amigos próximos do autor, contam que houve certo interesse da direção artística da Globo. O estado de saúde do autor também pesa na decisão de assumir uma trama para o horário nobre. Benedito tem problemas de hipertensão decorrentes de um AVC que sofreu há quatro anos atrás. Como existe uma ordem de autores pré-definida para este horário, sua trama não estrearia antes de 2013.
Nesse meio tempo, Edilene Barbosa deverá adaptar “Meu Pedacinho de Chão”, para às 18h, sob supervisão de texto do pai, Benedito Ruy Barbosa. A novela deverá estrear no final de 2011 ou primeiro semestre de 2012.

About these ads