Todos os posts de carlosrossi

Sobre carlosrossi

Autodidata - ☻Mega Arquivo - Início em Março de 1988

6006 – Mega Polêmica – Existem Crianças que já Nascem Más?


Embora o diagnóstico de psicopatia só possa ser feito formalmente aos 18 anos, é possível captar sinais bem antes disso. As crianças psicopatas mentem muito, são manipuladoras, impulsivas e extremamente egocêntricas. Também são cruéis. Podem queimar um cachorro ou estripar um gato. Sufocar um irmão com um travesseiro sem sentir culpa ou remorso. Tentar queimar ou explodir coisas. Mais tarde, na adolescência, podem praticar vários tipos de crime, de simples roubos a atos de violência sexual e homicídios com requintes macabros. Tudo sem que haja um motivo ou fator causador, a não ser o puro instinto. E tudo sem que os pais possam fazer muita coisa – pois estudos sugerem que a psicopatia pode ser causada por problemas estruturais no cérebro, e não pode ser anulada por uma boa educação. É como se os psicopatas já nascessem sentenciados a serem maus; suas famílias, a conviver com isso.
Algumas crianças batem nos irmãos e tiram objetos dos pais, por exemplo, mas tudo passa após uma etapa de ajuste. “Não podemos jamais concluir que crianças com distúrbios de comportamento serão psicopatas no futuro. Por isso, não se dá o diagnóstico de psicopatia antes dos 18 anos”, diz o psiquiatra forense Guido Palomba. Mas algumas crianças que apresentam esses distúrbios vão, sim, se tornar adultos psicopatas, por mais acompanhamento e tratamento que recebam.

O torturador
O americano Jason Massey tinha 9 anos quando matou o primeiro gato. Gostou. Nos anos seguintes, dissecou dezenas de outros, que pegava perto de casa. Psicopatas como ele têm uma curiosidade mórbida por animais domésticos. Espetam os olhos de tartarugas, estripam pássaros para saber o que há dentro, botam fogo num cão só para vê-lo correr. E não se horrorizam com isso. Na verdade, desfrutam do sofrimento alheio – e não se importam em carregar a imagem de sádico. Jason tinha essa fama. Um exemplo: “Na adolescência, supostamente matou o cachorro de uma garota que não quis ser sua namorada”, diz a psicóloga forense Katherine Ramsland.

Em seu diário, Jason registrou fantasias de estupros e canibalismo com mulheres. Seu ídolo era Ted Bundy, famoso psicopata americano que seduzia jovens para depois estuprá-las. Bundy matou pelo menos 30 mulheres antes de ser executado na cadeira elétrica, em 1989. Jason queria superar essa marca. Em julho de 1993, aos 20 anos de idade, foi apresentado por um amigo a Christina – de apenas 13 anos. Confessou ao amigo que gostaria de matá-la. Roubou uma arma calibre 22 e comprou munição, facas e algemas.

Poucos dias depois, Jason convenceu Christina a passear com ele de carro no meio da noite pelo interior do Texas. Christina levou junto o amigo Brian, de 14. Foi o último passeio deles. “Brian levou dois tiros. Christina foi desmembrada. Sua cabeça e suas mãos desapareceram”, conta Ramsland. A garota levou dezenas de facadas. Teve as vísceras removidas e os mamilos cortados. Jason foi julgado pelos crimes e condenado à morte por injeção letal, em 2001.
A ciência ainda tenta explicar o que está por trás de condutas tão extremas. E algumas pistas têm surgido. O médico forense Guido Palomba examinou vários indivíduos com distúrbios de comportamento. E observou uma característica peculiar nos cérebros de pessoas sádicas. “A constituição anatômica era igual à do cérebro de um epiléptico, com assimetria entre as duas metades”, diz Palomba. Isso sugere que comportamentos radicalmente violentos podem ter raiz neurológica – e genética.
os psicopatas têm uma gama de sentimentos reduzida. Não sentem ternura, amor, solidariedade ou tristeza. “Vivem num pêndulo entre duas emoções básicas: o entusiasmo (para buscar os objetivos) e a ira (quando se frustram por não realizá-los)”, diz o psiquiatra Hugo Marietan.

6005 – Qual o nome de rua mais popular do Brasil?


Esqueça presidentes, feriados e santos. O endereço mais comum no País é o insosso Rua Um, de acordo com um levantamento dos Correios. Em outra pesquisa, feita sem o aval da empresa, a campeã é Rua Dois. Mas por que endereços tão sem graça? São nomes provisórios, mas que acabam ficando para sempre. Quem demarca o terreno de um novo bairro ou uma futura cidade são os loteadores. Para facilitar, eles costumam usar nomes simples, que seriam alterados depois. E quem tem esse poder de renomear são os políticos. Porém, a demanda por novos nomes é pequena, então os 10 mais comuns acabam sendo letras e algarismos.

Os endereços mais manjados do País

1. RUA UM – 3.079
2. RUA DOIS – 2.967
3. RUA A – 2.626
4. RUA TRÊS – 2.623
5. RUA B – 2.555

NOMES CATÓLICOS
Na colonização, os portugueses homenageavam santos e datas religiosas. São José vence não só por ser popular, mas principalmente por ter um nome fácil de lembrar, segundo a linguista da USP Maria Vicentina Dick.

15. São José – 1.320
19. Santo Antônio – 1.054
20. São Paulo – 1.049
23. São Francisco – 921
25. São João – 873

NOMES HISTÓRICOS
Ficaram comuns após a proclamação da República. Rua Tiradentes, por exemplo, tornou-se popular porque representava uma identidade nacional do ponto de vista republicano. Os motivos são mais políticos que históricos.

39. Sete de Setembro – 657
40. Tiradentes – 648
45. Santos Dumont – 583
48. Duque de Caxias – 556
55. Rui Barbosa – 513

6004 – Qual a origem do botão “curtir” do Facebook?


1. Like.

2. Botão usado no Facebook para elogiar um post na rede social.

3. Lançado em 2009, por pouco seu nome não foi o grandiloquente awesome button. Felizmente, o like venceu. Já o dedão em riste foi escolhido como símbolo por se familiarizar com o poke (cutucar), que é representado por um dedo indicador. Ou cutucador.

Origem
O StumbleUpon, ferramenta de busca lançada em 2001, já tinha o termo I like it e um polegar para curtir links. Em 2007, outro site, o Friendfeed, criou um botão com o mesmo nome e funcionamento do Curtir. A empresa foi comprada por Mark Zuckerberg em 2009.

Outros usos
Dedão para cima não é sinal positivo universal. No Oriente Médio, pode ser considerado um insulto como o nosso dedo do meio em riste. Mesmo assim, o botão Curtir nesses países é igual ao dos outros lugares. O Facebook cogitou o Descurtir em 2007, mas ainda não o lançou, apesar dos apelos dos mal-humorados.

6003 – Planeta Verde – As Motosserras da Corrupção



De acordo com um levantamento do Ibama, Mato Grosso e Pará responderam pelas maiores áreas de desmatamento na Amazônia entre 2003 e 2004;
No ano de 1998, uma investigação do próprio Ibama revelou o envolvimento de diretores do órgão com a extração ilegal de mogno no estado, entre eles uma superintendente. Na operação, foram apreendidas 25 mil m³ de madeira.
Em Rondônia, no ano de 2003, 4 fiscais do Ibama foram afastados, sob suspeita de conivência com a abertura de 32 serrarias fantasmas e a invasão de uma reserva indígena pelos madeireiros.
Pará – No ano 2000, fiscais do Ibama foram presos em Marabá quando exigiam suborno para não autuar madeireiras por crimes ambientais. No mesmo ano, foi descoberto um esquema de emissão fraudulenta de autorizações para desmatamento.Os documentos permitiam as empresas retirar madeira de reservas ambientais e indígenas.
Mato Grosso – Nesta semana, a Polícia Federal prendeu 49 funcionários do Ibama, acusados de suborno para beneficiar madeireiros. Um chefe do escritório do Ibama em Rondonópolis, havia sido flagrado recebendo propina para diminuir o valor de multas aplicadas a produtores rurais que praticavam o desmatamento ilegal.

Uma Bélgica Desmatada – 26.140 km² de Floresta Amazônica foram devastados entre os anos de 2003 e 2004, uma área quase do tamanho da Bélgica.

As denúncias saíram na Revistas Veja, edição de abril de 2005.

☻ A corrupção é um mal muito difícil de ser extirpado da sociedade porque é inerente do ser humano e requer muita conciência e renúncia de si mesmo para o bem comum.

6002 – Mega Byte – A Amazon vira gigante


O mundo da tecnologia é dominado atualmente por 3 empresas: a Apple, o Google e o Facebook. Mas a Amazon está decidida a ser o novo integrante desse grupo. E acaba de apresentar sua principal arma: um tablet conectado à melhor oferta de conteúdo digital na internet. Se você achava que a empresa era apenas uma vendedora de livros na internet, pense novamente.
Desligado, o Kindle Fire é só um pretinho básico sem qualquer toque de design que impressione. Tão básico que custa US$ 199 – um preço muito abaixo do dos concorrentes. Mas, ao apertar o único botão do aparelho, você não só se conecta à internet, mas a todo o conteúdo da Amazon.
O tablet é integrado ao sistema baseado na nuvem (cloud based) da empresa, o que significa acesso à gigantesca oferta de livros, filmes, programas de TV e músicas que a Amazon oferece. Acessar conteúdos é a primeira parte da experiência. A segunda é armazená-los de graça – o limite é de 5 GB.
O tablet roda um sistema operacional Android totalmente customizado pela Amazon – o que inclui a loja de aplicativos. Continuará valendo para os usuários desta seção o que funciona para todos os cadastrados na loja virtual: diariamente, um app pago será disponibilizado gratuitamente.
O aparelho em si tem configuração inferior à de outros tablets do mercado. Sem câmera, microfone ou 3G, ele depende de wi-fi para acessar a internet. Sem ela, esqueça dos vídeos e das músicas – só vai sobrar sua biblioteca de livros.

6001 – Ecologia, corrupção e capitalismo selvagem


ATPF é um documento que deve ser carregado pelos motoristas das madeireiras para mostrar que tanto o tipo de carga transportada quanto sua quantidade estão autorizados pelo Ibama. Uma ATPF em branco permite que se transporte qualquer tipo de madeira, na quantidade desejada. Para ampliar sua cota de derrubada de árvores, empresários criaram madeireiras fantasmas. A Polícia Federal descobriu cerca de 450 em Mato Grosso. Fiscais que deveriam visitar as madeireiras para atestar que estão em funcionamento recebiam para não fazê-lo.
Venda de Falsa Recomposição Florestal – As madeireiras conseguem autorização do Ibama para ampliar sua cota de árvores cortadas desde que contratem os serviços de uma empresa reflorestadora. Funcionários do Ibama vendiam tais autorizações mediante a apresentação de contratos fictícios entre as madeireiras e essas empresas.
Liberação de Caminhões com Carga Ilegal – Fiscais do Ibama, em conjunto com policiais rodoviáriosdo Trevo do Lagarto, cobravam propina para liberar veículos que transportavam madeira sem documentação. De 500 a 3 mil reais.
Números da devastação:

Madeira ilegal apreendida

A quantidade de madeira ilegal comercializada no últimos 2 anos em Mato Grosso daria para carregar 66 mil caminhões, que enfileirados ocupariam uma extensão de 2640 quilômetros, o equivalente à distância entre Rio de Janeiro e Natal.

Veja

Um pouco +
Aproximadamente 14% da produção de madeira do país vem de florestas nativas, que conservam
grande diversidade de árvores, plantas e animais.
Na Amazônia, onde a maior parte da madeira nativa é produzida, é possível encontrar as espécies mais valorizadas pela indústria madeireira, como mogno, cedro e ipê, dentre outras.A produção da madeira certificada demanda um plano de manejo que contenha as regras para a atividade, feito a partir do levantamento das árvores do terreno. Requer aprovação do Ibama ou órgão estadual competente. Uma
instituição credenciada pelo Conselho de Manejo Florestal (FSC) audita o processo. Quando a madeira é extraída ilegalmente, critérios ambientais são desrespeitados. As árvores mais valorizadas são retiradas
destruindo outras ao redor. A legislação trabalhista é ignorada e há registros de mão-de-obra escrava ou infantil. Muitas vezes, a floresta é derrubada, dando lugar a pastagens ou plantios agrícolas.
A exploração certificada FSC imita o ciclo natural da floresta, em que árvores mais velhas caem, abrindo espaço para outras mais jovens. O plano de manejo determina que, em uma área de um hectare equivalente a um campo de futebol), de duas a três árvores podem ser retiradas a cada ciclo de 25 a 30 anos.
A madeira ilegal é transportada de forma precária, geralmente com sobrecarga nos caminhões. A documentação, quando existe, é fraudada por meio de corrupção de agentes ou dados incorretos. A indústria madeireira ilegal anda de braços dados com a sonegação, criando uma situação de
concorrência desleal com quem segue a lei.
O transporte da madeira certificada acontece em veículos em conformidade com a lei, respeitando os limites de carga. O produto é acompanhado do Documento de Origem Florestal (DOF) e da nota fiscal com o carimbo FSC, comprovando origem, quantidade e respeito aos padrões da certificação.
O processamento da madeira ilegal se dá, muitas vezes, em áreas próximas da floresta, para dificultar a fiscalização. Os produtos não apresentam possibilidade de serem rastreados, acentuando a ilegalidade e a falta de transparência da cadeia produtiva. A sonegação acompanha todas as fases do processo.
A indústria da madeira certificada FSC cumpre toda a legislação fiscal e trabalhista. As inspeções periódicas asseguram que os funcionários utilizam equipamentos de segurança, que a madeira certificada não se mistura com as demais e pode ter sua origem rastreada do comércio até a floresta.
Produtos derivados da madeira ilegal chegam ao comércio com preço mais baixo que aqueles certificados ou legais. Isso acontece pelas precárias condições de trabalho, não-pagamento de encargos
trabalhistas, exploração em unidades de conservação, terras públicas ou griladas, fraude de documentos e sonegação.
Ao comprar móveis ou produtos com o selo FSC, o consumidor tem a certeza de estar estimulando práticas legais e éticas, que conservam a floresta, respeitam os trabalhadores e as comunidades locais e asseguram o pagamento de impostos. Quando o consumidor adquire produtos de madeira ilegal, contribui para aumentar o desmatamento na Amazônia. Uma área de floresta explorada de forma não-sustentável tende a desaparecer, destruindo a biodiversidade local e alterando regimes de chuvas em outras
regiões do país. Ao comprar móveis ou produtos com o selo FSC, o consumidor tem a certeza de
estar estimulando práticas legais e éticas, que conservam a floresta, respeitam os trabalhadores e as comunidades locais e asseguram o pagamento de impostos.
Se utilizada de forma sustentável, a floresta se recupera após um período de
25 a 30 anos. Isso significa que ela não perderá a biodiversidade e tampouco
suas funções de regulação do clima. O consumidor que adquire madeira com o
selo FSC contribui para a sobrevivência da floresta para as próximas gerações.

6000 + Marte tem elementos básicos da vida


Folha Ciência

Novas evidências encontradas em meteoritos sugerem que elementos básicos para o surgimento de vida estão presentes em Marte, diz um estudo publicado na revista “Science”.
De acordo com ele, o carbono encontrado em dez meteoritos, que abrangem mais de 4 bilhões de anos da história marciana, se originou no planeta e não foi resultado da contaminação na Terra.
Uma equipe de cientistas do Instituto para Ciência Carnegie, com sede em Washington (EAU), encontrou “carbono reduzido” nos meteoritos, que teriam sido criados por atividade vulcânica no planeta vermelho.
O carbono reduzido é o carbono que está ligado quimicamente ao hidrogênio ou entre si.
Química Orgânica
Os cientistas argumentam que a descoberta é uma evidência “de que Marte produziu química orgânica durante a maior parte de sua história.”
Líder do estudo, Andrew Steele disse à BBC: “Nos últimos 40 anos, procuramos uma piscina do chamado carbono reduzido em Marte, tentando descobrir onde e se está lá, perguntando se, de fato, existia.”
“Sem o carbono, os elementos de construção da vida não podem existir (…) Então é o carbono reduzido que, com hidrogênio, oxigênio e nitrogênio, compõe as moléculas orgânicas da vida.”
Steele diz que a análise atual responde à primeira pergunta e agora partem para as próximas questões: “O que aconteceu com ele (o carbono reduzido), qual foi seu destino, será que deu o próximo passo de criar vida em Marte?”
O cientista espera que a próxima missão a pousar no planeta vermelho –a Mars Science Laboratory, também conhecida como missão Curiosity –elucide alguns pontos.
.”A questão se estamos sós tem sido um grande condutor da ciência, mas ela se relaciona com a nossa própria origem. Se não há vida em Marte, qual a razão? Isso nos permite traçar uma hipótese mais clara sobre por que há vida aqui.”

5999 – Cães – O Mastim Napolitano



Trata-se de uma antiga raça canina, citada por oradores da Roma antiga. Desde aquela época estes animais são considerados bons guardiões, devido a seu tamanho e a cor de seu pêlo — escuro, preferido para amedrontar o ladrão durante o dia e para atacá-lo durante a noite sem ser visto a longa distância. Como muitas outras raças, a mastim napolitano tem suas origens incertas: enquanto alguns acreditam que tenha sido levada da Índia para Roma por Alexandre, o Grande, outros afirmam que estes caninos sejam descendentes de molossos romanos. Em acordo, as correntes tem o fato de a raça mastim ter colaborado para o nascimento das raças são-bernardo e rottweiler.
Fisicamente pode chegar aos 70 kg e medir 150 cm na cernelha; sua cabeça é a maior entre todas as raças caninas. Sua personalidade é descrita como leal, apesar de sua face carrancuda; paciente e dócil.

CARACTERÍSTICAS FÍSICAS

– O mastim napolitano é um cão de grande porte. Na fase adulta seu peso varia de 75 a 85 quilos.

– Esta raça chega a medir, em média, 80 cm de altura (da cernelha*)

– A pele do mastim é solta em todo corpo, marcada por rugas e pregas

– É uma raça de tronco forte e robusto

– As cores mais comuns são: preta, cinza claro e cinza-chumbo. Possui mancha branca no peito e pontas dos dedos

– Possui muita força muscular

– A íris dos olhos costuma ser da mesma cor da pelagem

COMPORTAMENTO E TEMPERAMENTO:

– O mastim napolitano é um ótimo cão de guarda

– É atento a tudo que acontece de estranho ao seu redor

– Necessita de grande quantidade de alimentação, diariamente. Costuma comer de 2 a 3 quilos de alimento por dia.

– Necessita de caminhadas diárias para gastar as calorias adquiridas pela grande quantidade de alimentos que ingere.

– Pode se tornar agressivo caso o dono incentive este comportamento. Neste caso torna-se perigoso seu contato com outras pessoas ou animais.

– Possui uma tendência para a obesidade.

* cernelha: ponto mais alto do ombro do cachorro, antes do pescoço. A altura dos cães é medida da cernelha até o chão.
Um pouco +
Apesar da antigüidade, o Mastim Napolitano só foi reconhecido oficialmente como raça bem mais recentemente e esse feito deveu-se, especialmente, ao trabalho de seleção do escritor Piero Scanziani, que interessou-se pelos cães apresentados na 1ª Exposição Canina em Nápoles. Foi ele quem iniciou um trabalho de seleção e em 1949, conseguir junto ao E.N.C.I. (Ente Nazionale Cinofilo Italiano) o reconhecimento oficial da raça, cujo padrão definitivo foi fixado apenas em 1971.
De boa índole, especialmente com os donos, a quem é extremamente leal, o Mastim Napolitano é um cão que sempre foi utilizado para a guarda, função na qual se consagrou por exercê-la de maneira bastante equilibrada.
Seu aspecto físico contribui bastante para este sucesso. Sua cabeça, considerada a maior entre todas as raças caninas, tem um aspecto muito particular e no conjunto, seu crânio extremamente largo e achatado, focinho muito grosso e curto, formam a aparência de “gigante feroz” de expressão carrancuda que caracteriza o estereótipo da raça.
Não costuma latir desnecessariamente, mas se o faz, o efeito é realmente atemorizante e na mesma lógica, não é um cão que apenas ‘ameace’ um ataque.
A boa convivência com os Mastins deve ser construída pelos donos desde cedo, com aulas de socialização e obediência. Segundo criadores, o Mastim não deve receber adestramento para ataque, uma vez que instinto natural já o qualifica para a função.
Segundo o padrão da raça, o Mastim deve ser um cão dócil, realmente apegado ao dono e à sua família. Apesar de ser considerado muito paciente com as brincadeiras infantis, em razão de seu porte físico, é sempre importante que o contato seja supervisionado. É um cão que apesar de seu tamanho avantajado, é extremamente afável com os que conhece e para seu bom desenvolvimento emocional, necessita de contato com as pessoas.
Muito forte e robusto, é um cão que resiste bem ao esforço físico, sendo utilizado em algumas regiões da Itália como cão boiadeiro.
Até em razão de seu porte físico (o tamanho máximo permitido pelo padrão é de 77cm na cernelha – junção do pescoço com o tronco do cão), o Mastim não é um cão muito agitado ou ativo, mas apesar disso, é um cão que precisa realmente de espaço. Não costuma galopar, mas em compensação, tem uma forma de ‘trote’ muito característica, especialmente por causa do aspecto pesado que tem quando adulto.
Filhotes da Raça Mastim Napolitano

A principal característica do Mastim é o crescimento acelerado. Um filhote que nasce com cerca de 500 gramas, aos 2 meses pode pesar cerca de 12 kg e aos 6 meses chega até a 50 quilos. Assim, o principal cuidado com o filhote deve ser com a alimentação, que precisa ser rica em cálcio e vitaminas, procurando assim evitar os problemas advindos da carência desses nutrientes, como a descalcificação, displasia e problemas nas juntas.
A escolha do filhote deve ser pautada pela responsabilidade do criador. É fundamental que o novo dono conheça os pais e ateste seu bom temperamento.
Outros sinais físicos importantes para a escolha do filhote:
* Quanto mais curto for o focinho, melhor. Caso seja longo, a pele tende a esticar com o crescimento e ele não terá, quando adulto, as rugas características da raça.
* Ainda quanto às rugas… elas se apresentam de 4 jeitos diferentes no filhote: há os que nascem com quase nenhuma (o que indica que não desenvolverá quando adulto); os que nascem com elas, mas depois as perde para sempre – o que acontece especialmente com os exemplares com focinho mais longo; os que nasces com rugas, as perde e mais tarde, entre 7 meses e um ano, fica enrugado de novo. Por último, o tipo considerado ideal, é o que nasce enrugado e assim permanece. Para saber a qual tipo pertence o futuro filhote, só mesmo vendo os pais.
Outro cuidado importante na escolha do filhote diz respeito à sua pigmentação. É fundamental que o nariz seja escuro, caso contrário é sinal de despigmentação e o padrão desqualifica. Os olhos podem ser azuis até os seis meses, mas depois devem escurecer, acompanhando a cor da pelagem.
O Mastim só atinge seu auge físico aos 3 anos de idade, quando pode chegar a pesar até 85 quilos.

5998 – Geriatras atacam uso de antioxidante e hormônio contra envelhecimento


Terapias que prometem combater os efeitos do envelhecimento, usando vitaminas, antioxidantes e hormônios, não têm comprovação científica de sua eficácia e podem aumentar os riscos de diabetes e câncer.
O alerta foi feito por especialistas brasileiros e estrangeiros na abertura do Congresso Brasileiro de Geriatria e Gerontologia, no Rio.
Eles querem elaborar um documento que subsidie o CFM (Conselho Federal de Medicina) e a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) na formulação de novas regras que coíbam a prática da chamada “medicina antiaging” no país.
Oficialmente, ela não é reconhecida como especialidade médica, mas não há punição para quem a pratica.

5997 – Como funciona uma necrópsia?


É preciso ter nervos de aço…

Após o reconhecimento feito por familiares, o corpo é identificado com o número do RG ou do boletim de ocorrência e são coletadas as impressões digitais. As roupas e os projéteis são encaminhados para exames balísticos. O corpo é pesado e lavado com água e sabão.
É preciso abrir crânio, tórax e abdome. A primeira incisão é no crânio, com uma serra no couro cabeludo. A próxima, para acesso a tórax e abdome, vai da altura do pescoço ao púbis, em forma de Y (os cortes em T e I são menos usados, pois deixam marcas no pescoço).
Cérebro, coração, pulmões, estômago, pâncreas e outros órgãos são pesados, medidos e examinados. Um pulmão mais pesado, por exemplo, pode estar cheio de água e indicar afogamento. Pontos vermelhos sugerem asfixia. Massa encefálica espalhada é sinal de que ocorreu fratura no crânio, provavelmente por algum trauma na cabeça, como uma pancada. Órgãos pálidos revelam hemorragia, pois a irrigação sanguínea foi comprometida.
Depois de analisados, os órgãos são inseridos na abdome. Nada é colocado como antes, mas “jogado” dentro do corpo e costurado com uma linha grossa. Por ser muito mole, não é possível recolocar o cérebro na cabeça, pois ele escorreria pela fenda aberta no crânio.
Um pouco +
Uma autópsia, necrópsia ou exame cadavérico é um procedimento médico que consiste em examinar um cadáver para determinar a causa e modo de morte e avaliar qualquer doença ou ferimento que possa estar presente. É geralmente realizada por um médico especializado, chamado de legista num local apropriado denominado morgue, ou necrotério.
Autópsias não eram permitidas no Brasil nos seus primeiros séculos de colonização portuguesa. Contudo, em casos excepcionais, algumas foram feitas por imposição da justiça e com o devido consentimento do Santo Ofício. Nos territórios sob dominação holandesa e portanto livre do jugo do Tribunal da Inquisição, Willem Piso, no século XVII, realizou livremente as primeiras autópsias no Brasil.

5996 – Internacional – Allende, o lado obscuro do mártir


Allende em 1971

Em setembro de 1973, os militares chilenos protagonizaram o golpe de Estado que marcou o início de uma ditadura de 17 anos. Cercado no palácio presidencial, Allende se matou com um tiro na cabeça, se tornando um mártir da esquerda mundial. Ele simbolizava uma experiência socialista nascida democraticamente nas urnas e abortada com violência.
Fora a experiência traumática da presidência, Allende até então era um desconhecido no Chile. Um livro polêmico publicado no Chile chamado Salvador Allende, Anti-Semitismo e Eutanásia afirma que na juventude Allende alimentava idéias racistas, homofóbicas, anti-semitas que defendia a esterilização forçada de deficientes mentais. Uma tese de doutorado paresentada por Allende em 1933,com o título “Higiene Mental e Delinquência”, sustentava que a criminalidade tem origem em fatores como clima, o ambiente e a raça e que homossexualismo é uma doença que precisa ser curada. Na Alemanha, Adolph Hitler defendia idéias raciais bem parecidas. Alguns anos depois, como ministro da Saúde, elaborou uma lei para obrigar a esterilização de deficientes mentais e alcoólatras, para evitar novas gerações de pessoas portadoras de distúrbios considerados hereditários. Os métodos de esterilização eram arcaicos e 1/3 dos pacientes morria. A eugenia, uma ramo da Ciência que defende a necessidade de aperfeiçoar a espécie humana, tinha ampla circulação nos meios científicos e políticos do início do século passado. Só nos EUA, quase 60 mil epilépticos e alcoólatras fora esterilizados por decisão judicial. Durante os 3 anos de seu governo socialista, as empresas de cobre foram nacionalizadas. O Estado assumiu o controle de 80% da produção industrial do país e todas a propriedades rurais com mais de 80 hectares foram desapropriadas. A produção e o PIB caíram e a inflação atingiu níveis recordes. O governo perdeu o controle e greves e protestos era rotina. O golpe militar foi consequência do tumulto geral, e o legado desastroso se juntou a uma tese polêmica na juventude.

Um pouco +
O golpe militar chileno foi um dos acontecimentos políticos mais importantes da história chilena e latino-americana da segunda metade do século XX. O golpe, liderado pelo general de extrema-direita Augusto Pinochet, teve aprovação da burguesia e apoio financeiro dos Estados Unidos, ocorreu em 11 de setembro de 1973 e destitui, violentamente do poder, o presidente socialista Salvador Allende.
Allende venceu as eleições e chegou à presidência em meio a uma crise econômica; e com seus objetivos anticapitalistas o governo enfrentou esse momento de instabilidade com métodos tradicionais. Durante o primeiro ano de governo, Allende avançou na estatização de setores chave da economia como a mineração de cobre, sistema bancário, setor petroleiro entre outros além do início da reforma agrária.
Porém esse governo de caráter socialista não agradou à burguesia chilena, nem ao governo dos Estados Unidos que estabeleceu, em 1971, um bloqueio econômico informal ao Chile, fazendo com que a crise se intensificasse. Então um período de caos se estabeleceu no país, sem conseguir produzir suficientemente para toda nação, bens de primeira necessidade e sem poder importar parte desses produtos, uma vez que o Chile era historicamente dependente das importações estadunidenses, o país viu crescer o mercado negro de alimentos e a falta desses produtos atingiu mais as classes mais pobres do que a burguesia, que apoiada nos EUA tinha acesso aos produtos através do mercado ilegal.
Ao observar a situação política do país, Allende percebeu que seu projeto socialista deixava de ser uma alternativa política para o Chile, então entendeu que havia duas opções para o país, o golpe militar ou a volta da democracia burguesa personificada pela Democracia Cristã – partido político composto pela burguesia industrial e apoiado pelas classes alta e média chilenas. Preferindo sempre a via constitucional Allende projetou convocar um plebiscito em que a população votaria por sua continuidade no governo ou não, caso perdesse, passaria a presidência ao presidente do senado, Eduardo Frei da Democracia Cristã. Allende faria o anuncio público do plebiscito na noite de 11 de setembro; o erro do presidente foi ter consultado Pinochet sobre o discurso. Em posse desta informação Pinochet mobiliza as forças oposicionistas e antecipa o golpe.
Em 11 de setembro de 1973, Santiago – capital política e econômica do Chile – amanheceu aos ruídos de aviões que sobrevoam o centro da capital, o palácio presidencial da Moneda foi cercado por tanques das Forças Armadas. Salvador Allende fez apelos a população contra o golpe, mas horas depois percebeu que pedir resistência ao povo chileno custaria muitas vidas. Fez seu último discurso ao povo na rádio da Central Única dos Trabalhadores – única não tomada pelos militares – onde afirmava que “as grandes alamedas por onde avançará o povo chileno voltarão abrir-se cedo ou tarde” e anunciava que caberia às novas gerações de chilenos desbravar estes caminhos.
Allende recebeu de Pinochet um telefonema em que oferecia ao presidente e sua família um avião para que abandonassem o país, Allende disse que só sairia do Moneda morto; e assim aconteceu.

Golpe no Chile

A versão divulgada pelo governo militar dizia que Allende matou-se com um tiro na cabeça. Porém, há quem acredite que os soldados atiraram no presidente. Para solucionar esse mistério, em 15 de abril de 2011 a justiça chilena, a pedido de Izabel Allende – filha de Salvador -, decretou a exumação do corpo para descobrir a real causa da morte.
Pinochet ficou no poder por mais de 26 anos (1973-1990) e implementou uma das ditaduras mais sangrentas da América Latina, somando inúmeros mortos, torturados e desaparecidos.

5995 – Planeta Verde – Verdades e mitos sobre o aquecimento global


Ninguém escapa dele, esteja em São Paulo, na Amazônia, na China ou na Antártida. O aquecimento global – estamos falando do assunto, não do fenômeno climático – saiu há mais ou menos duas décadas dos fechados círculos acadêmicos para ganhar a atenção de ativistas, da imprensa e de pessoas de qualquer grau de instrução. Parte da culpa é do ex-vice-presidente americano Al Gore, que aborda a questão de maneira clara e direta em seu documentário Uma Verdade Inconveniente.
Com que virtualmente todo mundo concorda: o mundo está realmente ficando mais quente. Desde 1850, quando começaram a medir de maneira mais con­fiável a temperatura, não víamos os termômetros marcar números tão altos. Ondas de calor, furacões mais intensos e derretimento das geleiras nos pólos são alguns resultados desse aquecimento já percebidos – que devem se agravar, pelas projeções dos cientistas do IPCC apresentadas em abril na segunda parte do AR4. (O relatório é divulgado em 3 etapas: uma trata das causas científicas do fenômeno, outra faz projeções e a terceira aborda medidas para mitigar, ou suavizar, a curva de aquecimento.)
Se o aquecimento é uma certeza, sobram dúvidas e opiniões conflitantes em quase tudo o que diz respeito a ele. O que exatamente está fazendo o planeta aquecer tanto? Qual é o impacto real das ações humanas? O que acontecerá no futuro? Que atitudes precisamos tomar agora?
O IPCC diz que é “muito provável” (veja exatamente o que isso significa na pág. anterior) que a elevação acelerada da temperatura na Terra nos últimos anos (0,13 °C por década) seja resultado da ação humana. O motivo, pela teoria amplamente aceita, é que nós lançamos CO2, CFC, metano e outros gases na atmosfera. Esses gases compõem um tipo de manto, que retém a radiação solar que normalmente seria refletida de volta ao espaço. É o chamado efeito estufa (que não é essencialmente mau, pois sem ele a temperatura média seria 30 °C mais baixa que hoje, impossibilitando a vida).
Bem antes de o homem aparecer no pedaço, esses gases já eram produzidos pela decomposição de seres mortos, vulcões, queimadas espontâneas e outros fenômenos. O problema, dizem os cientistas, é que estamos lançando CO2 demais na atmosfera, aumentando o efeito estufa e aquecendo o planeta. Os reponsáveis por esse estrago todo seriam a queima de petróleo e carvão, a destruição de florestas e a pecuária extensiva (sim, são as flatulências bovinas).
As tais emissões antropogênicas, nome que os cientistas dão para a nossa interferência na atmosfera, aumentaram muito desde a Revolução Industrial, no século 18. A concentração de CO2 na atmosfera quase duplicou: de 200 ppm (partes por milhão) para 383 ppm. Essa é a principal causa do aquecimento global, do ponto de vista dominante entre os cientistas que elaboraram o AR4.
Mas há um grupo de cientistas, conhecidos genericamente por céticos, que desconfia da tese que aponta o homem como o principal vilão: para vários deles, essa variação na concentração de CO2, apesar de grande, não seria suficiente para explicar a maior parte das mudanças climáticas, como faz o IPCC. “Partes por milhão”, como o nome diz, é coisa pouca em relação ao todo. Na prática, a poluição humana mexeu em menos de meio por cento da composição atmosférica nesses 150 anos. Para os céticos, as alterações climáticas são comuns na história do planeta, e causas naturais, como variantes na atividade solar, atividade vulcânica e correntes marítimas, que foram responsáveis por mudanças no passado, continuariam sendo as maiores responsáveis hoje.
Do outro lado, os cientistas do consenso dizem que a atmosfera sempre esteve num equilíbrio muito sensível e tênue, e qualquer alteração, por mínima que aparente ser, provoca reações em cadeia e pode acarretar mudanças drásticas e mais aceleradas no clima. Testes de laboratório mostram que uma variação pequena na quantidade de CO2 da atmosfera seria efetivamente suficiente para causar um aumento na temperatura, e modelos cada vez mais apurados indicam uma relação diretamente proporcional entre o aumento dos gases do efeito estufa e a intensificação do aquecimento. Ponto para o consenso.

5994 – Primeira cápsula privada de abastecimento da ISS é lançada


Um foguete Falcon 9 decolou numa madrugada de maio de 2012, em Cabo Canaveral, na Flórida EUA), com a cápsula não tripulada Dragon, a primeira pertencente a uma empresa privada que abastecerá a ISS (Estação Espacial Internacional em inglês).
A missão começou às 4h44 de Brasília, quando a ISS orbitava cerca de 400 quilômetros sobre o Atlântico Norte, informou a Nasa.
Três minutos depois do lançamento, o segmento com os motores se separou e foram ligados os propulsores da segunda parte.
Com nove minutos de voo, a cápsula Dragon se separou do segundo segmento do foguete Falcon 9 e ficou em sua própria órbita, onde desdobrará suas telas de captação de energia solar, e a navegação dependerá de seus próprios foguetes de direção.
No terceiro dia da missão, a Dragon acenderá esses foguetes para passar 2,5 quilômetros abaixo da ISS, o que dará a oportunidade aos seis atuais ocupantes da estação orbital de observar a nave visitante.
No quarto dia, a cápsula voltará a acender seus motores de direção e começará a aproximar-se da ISS, à qual se acoplará.
Um dia depois, os residentes da ISS abrirão a escotilha da Dragon e começarão a desembarcar a carga, que inclui 460 quilos de alimentos.
A cápsula Dragon deverá passar 18 dias acoplada à ISS.

5993 – Medicina – Técnica israelense transforma células da pele em tecido do coração


Cientistas israelenses conseguiram transformar pela primeira vez células da pele de pessoas com doenças do coração em células sadias do músculo cardíaco, transplantando-as com sucesso em ratos.
A informação é da revista médica “European Heart Journal”.
Segundo os pesquisadores, a conquista significa um avanço na busca por tratamentos que permitam curar o coração de um paciente com suas próprias células.
Pesquisas recentes com células-tronco e engenharia de tecidos já conseguir reprogramar células de indivíduos jovens e saudáveis, mas até agora isto não tinha sido feito a partir de células de pacientes com doenças coronarianas e idosos.
“Demonstramos que é possível extrair células da pele de um idoso com um problema cardíaco avançado” e transformá-las em “células saudáveis e jovens, equivalente ao que eram quando nasceu o paciente”, afirmou Lior Gepstein, pesquisador do Sohnis Research Laboratory.
Os pesquisadores das três instituições científicas que realizaram o estudo obtiveram células cutâneas de dois homens de 51 e 61 anos com problemas cardíacos, as reprogramaram como células cardíacas e conseguiram juntá-las a uma amostra de tecido cardíaco danificado num prazo de 48 horas.
Em seguida, os pesquisadores implantaram com sucesso o tecido no coração de vários ratos saudáveis.
Gepstein considera que sua técnica poderá superar dois dos principais obstáculos deste tipo de pesquisas: o risco de que, uma vez implantadas, as células se transformem em tumores e a rejeição por parte do sistema imune do paciente.
O fato das células reprogramadas procederem do próprio paciente evitaria que o sistema imune as considere “estranhas”, no entanto, isso ainda não foi feito em seres humanos.
Os cientistas dos centros Sohnis Research Laboratory, Technion-Israel Institute of Technology e Ramban Medical Center advertiram que ainda é necessário superar vários obstáculos para que estes tratamentos tenham êxito em humanos.
Antes de serem aplicados em humanos, os tratamentos “deverão passar por pelo menos entre cinco e dez anos de testes clínicos”, finalizou Gepstein.

5992 – Nasa conta 4.700 asteroides potencialmente perigosos para a Terra


Folha Ciência

Há 4.700 asteroides potencialmente perigosos para a Terra, segundo dados da sonda Wise que analisa o Cosmos com luz infravermelha, informou a Nasa (agência espacial americana).
A agência afirmou que as observações da Wise (em inglês, Wide-field Infrared Survey Explorer) permitiram a melhor avaliação da população dos asteroides potencialmente perigosos de nosso Sistema Solar.
Esses asteroides têm órbitas próximas à Terra e são suficientemente grandes para resistir à passagem pela atmosfera terrestre e causar danos se caírem no nosso planeta.
Os novos resultados foram recolhidos pelo projeto Neowise, que estudou, utilizando luz infravermelha, uma porção de 107 asteroides potencialmente perigosos próximos à Terra com a sonda Wise para fazer prognósticos sobre toda a população em seu conjunto.
Segundo a Nasa, há aproximadamente 4.700 deles –com uma margem de erro de mais ou menos 1.500–, que têm diâmetros maiores de cem metros.
Até o momento, calcula-se que entre 20% e 30% desses objetos foram localizados.
“Fizemos um bom começo na busca dos objetos que realmente representam um risco de impacto com a Terra”, disse Lindley Johnson, responsável pelo Programa de Observação de Objetos Próximos à Terra, desenvolvido pela Nasa.

5991 – Qual foi a primeira imagem cunhada em uma moeda?


Foi em uma moeda de eltrite, dinheiro da Lídia, na atual Turquia. Ela tinha um leão coroado com raios de sol, simbolizando o poder do reino de Alyattes (610 a.C.-561 a.C.). Numismatas (estudiosos de moedas) divergem quanto ao seu valor, mas ela devia ser o suficiente para comprar 10 cabras. A moeda marcou o início da era do dinheiro de valor simbólico. Até então, qualquer coisa podia ser dinheiro. Sal, grãos, produtos animais. Mas isso trazia limitações. Moedas assim estragam facilmente e são relativamente fáceis de encontrar – logo não valem muito. Quando se usavam moedas de metal, havia outros problemas: fazer negócios não era tão simples, pois o valor da moeda era normalmente calculado pelo peso e pelo tipo de liga metálica da qual era feita. Ou seja, os comerciantes precisavam de uma balança por perto. Daí a trapacear na hora de pesar ou misturar minérios que não valem nada na moeda era um pulo. Então, a Lídia mudou tudo: escreveu na moeda seu valor e imprimiu um selo de autenticidade real. Pronto, o novo dinheiro foi aceito. Primeiro porque o rei mandou. Segundo, e principalmente, porque tinha vantagens: era fácil de manusear e de negociar. Desde então, impérios e repúblicas passaram a deixar seus símbolos nas moedas.
A moeda Siglos, ou Croesus (em homenagem ao rei Croesus, filho de Alyattes), também da Lídia, mostra um leão e um touro lutando. Estudiosos suspeitam que ela representaria um duelo entre a Lídia e povos rivais. O touro é figura manjada em dinheiro. Marcou presença em moedas gregas e romanas e é símbolo de Wall Street, coração econômico dos EUA.
Historiadores debatem até hoje sobre a suposta beleza de Cleópatra. Em 2007, a descoberta de uma moeda com o rosto da rainha egípcia reacendeu a polêmica. A representação mostra o perfil de uma mulher de queixo pontudo e nariz adunco. Mas pesquisadores acreditam que o queixo grande mostrava força de líder e não pode ser visto como um retrato fiel de Cleópatra.
No século 4 a.C., o imperador macedônico escolheu Zeus, o maior dos deuses gregos, e Hércules, o mais célebre herói da mitologia, para representá-lo em moedas que circulavam nos seus domínios, da Grécia à Índia.
Feito de prata pelos fenícios entre 126 a.C. e 65 d.C., o Shekel de Tiro era a moeda corrente em Jerusalém. Segundo o Evangelho de Mateus, foram 30 moedas assim que Judas recebeu para entregar Jesus. Shekel é o nome da atual moeda de Israel.

5990 – Planeta Verde – Austrália cria imposto sobre CO2


A partir de julho de 2012, cerca de 500 das maiores empresas do país terão que pagar uma taxa equivalente a R$ 42 a cada tonelada de CO2 emitida. A medida, que tem sido defendida por especialistas, busca engajar os consumidores na luta contra o aquecimento global – pois as mercadorias cuja produção gera menos CO2 tenderiam a ficar mais baratas. Mas a novidade também gera polêmica. Seus opositores dizem que ela vai gerar desemprego e elevar o custo de vida na Austrália – um dos maiores emissores do mundo de CO2 por habitante.

Um pouco +
Verdades do Verde
Em novembro de 1971, o biólogo alemão Harald Sioli, do Instituto Max Planck, então fazendo pesquisas na Amazônia, foi entrevistado por um repórter de uma agência de notícias americanas. O jornalista estava interessado na questão da influência da floresta sobre o planeta e o pesquisador respondeu com precisão a todas as perguntas que lhe foram feitas. Mais tarde, porém ao redigir a entrevista, o repórter acabou cometendo um erro que ajudaria a criar um dos mais persistentes mitos sobre a floresta amazônica. Numa de suas respostas, Sioli afirmara que a floresta continha grande porcentagem de dióxido de carbono (CO2) existente na atmosfera. No entanto, ao transcrever a declaração, o jornalista esqueceu a letra C – símbolo do átomo de carbono – da fórmula citada pelo biólogo, que ficou no texto como O2, o símbolo da molécula de oxigênio.

A reportagem com o oxigênio no lugar do dióxido de carbono foi publicada pelo mundo afora e assim, da noite para o dia, a Amazônia se tornou conhecida como “pulmão do mundo” – uma expressão de grande impacto emocional que tem ajudado a semear a confusão no debate apaixonado sobre os efeitos ambientais em larga escala da ocupação da floresta. É um debate em que, por enganos, como aquele, maus argumentos acabam sendo usados para escorar uma causa justa. As organizações de defesa da ecologia misturam às vezes no mesmo balaio fatos e fantasias ao alertar para os perigos das queimadas da floresta amazônica – até porque os dados e conceitos capengas sobre o assunto só levam água para o moinho daqueles que não querem que se faça alarde algum sobre as agressões à natureza que ali se cometem.

5989 – Medicina – O Hipotireoidismo


Um estudo realizado pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro revelou que o Brasil é o país com as mais altas taxas de hipotireoidismo. Nada menos que 12% das brasileiras sofrem com tal mal. Uma das consequências da doença é o aumento dos riscos de doenças cardiovasculares, como infartos e derrames.
Principais Causas:
O excesso de consumo de sal com iodo
O abuso no consumo de remédios para emagrecer que contém em sua fórmula o hormônio tireoidianop T3 ou substâncias que imitam sua ação como o tiratricol
A doença é 7 vezes mais comum entre as mulheres
Quanto maior a idade maior o risco
Os sintomas são comuns a varias outras doenças, o que dificulta o diagnóstico:
Ganho de peso, ressecamento de pele, queda de cabelo, prisão de ventre e depressão.
4 em cada 10 mulheres adultas têm nódulos na tireóide
18 em cada 100 mil mulheres desenvolveram câncer de tireóide por ano
Quando o câncer é detectado precocemente, as chances de cura são de mais de 98%.
Em 90% dos casos o tratamento consiste na retirada total da glândula.

5988 – Disco music está em luto com mortes de Robin Gibb e Donna Summer


Bee Gess

O músico Robin Gibb, do Bee Gees, morreu neste domingo, aos 62 anos, após uma longa batalha contra um câncer de cólon.
O cantor estava internado desde o mês passado em uma clínica particular em Londres, na Inglaterra. Em abril, chegou a passar mais de uma semana em coma depois de contrair uma pneumonia.
Na última semana, após ter sido submetido a uma traqueostomia, o cantor já não conseguia falar e estava se comunicando por meio dos olhos.
O músico havia descoberto o câncer de cólon há quase dois anos, quando foi internado para fazer uma cirurgia. Um tumor secundário no fígado, desenvolvido recentemente, deixou o artista ainda mais debilitado.
A morte foi anunciada pela família de Robin, através de um breve comunicado: “A família de Robin Gibb, do Bee Gees, anuncia com grande tristeza que Robin faleceu hoje na sequência da sua longa batalha contra o câncer e cirurgia intestinal. Pedimos que a privacidade da família seja respeitada neste momento muito difícil”.
Robin Hugh Gibb nasceu no dia 22 de dezembro de 1949. Formou com seus irmãos Maurice (gêmeo de Robin) e Barry na Austrália, no final dos anos 50, o Bee Gees –um dos grupos mais populares dos anos 70 e 80.
O auge do trio, que revolucionou a música disco, foi o álbum da trilha sonora do filme “Os Embalos de Sábado à Noite” (1977), com temas como “Stayin” Alive” e “Night Fever”.
Os Bee Gees começaram a tocar juntos em 1955. No início da carreira, participavam de shows de talentos cantando músicas dos Everly Brothers e algumas canções compostas por Barry. O trio assinou com a gravadora Australia’s Festival Records em 1962 e lançou, nos cinco anos seguintes, uma dúzia de singles e dois álbuns.
Colin Petersen e Vince Melouney se juntaram à banda entre 1966 e 1967 e saíram em 1969. Naquele ano, Robin tentou seguir uma carreira solo e emplacou a música “Saved by the Bell” em segundo lugar nas paradas britânicas. Nesse período, Barry e Maurice continuaram como um dueto e lançaram singles solo paralelamente. Em 1970, o trio se reuniu.
O grupo foi convidado por Robert Stigwood, que havia produzido os filme “Jesus Cristo Superstar” e “Tommy”, para compor quatro ou cinco canções para a trilha sonora do filme “Os Embalos de Sábado à Noite”, com John Travolta. O trio gravou, então, três hits: “Stayin’ Alive”, “Night Fever” e “How Deep Is Your Love”.
Em 1988, o irmão mais novo dos três, Andy Gibb, morreu do coração aos 30 anos, e a banda se aposentou por um tempo, se reunindo em 1989.
Em 1997, os Bee Gees foram incluídos no Rock and Roll Hall of Fame e continuaram trabalhando e fazendo turnês ocasionais até 2003, quando Maurice Gibb morreu devido a uma parada cardíaca enquanto recebia tratamento por um problema no intestino.
Robin Gibb será lembrado para sempre como um dos ícones da discoteca, por causa da trilha sonora de “Os Embalos de Sábado à Noite”, lançada em 1977.
O disco trazia faixas dos Bee Gees como “Stayin’ Alive”, “Night Fever” e “How Deep is Your Love” e foi, por 15 anos, a trilha sonora mais vendida da história do pop, sendo finalmente superada em 1992 por “The Bodyguard” (“O Guarda-Costas”), com músicas de Whitney Houston. Calcula-se que os Bee Gees tenham vendido cerca de 200 milhões de álbuns em todo o mundo, numa carreira iniciada nos anos 1960.
A foto dos Bee Gees de roupa branca na capa de “Os Embalos de Sábado à Noite” é uma das imagens icônicas da era “disco”. No entanto, a banda já era muito popular pelo menos uma década antes do estouro da discoteca.
Formado pelos irmãos Barry e os gêmeos Robin e Maurice, o grupo começou a mostrar suas habilidades vocais em apresentações na Inglaterra e Austrália, onde a família Gibb morou de 1958 a 1967. O primeiro LP saiu em 1965: “The Bee Gees Sing and Play 14 Barry Gibb Songs”.
Em 1969, o grupo lançou um ambicioso álbum duplo de pop psicodélico, “Odessa”, mas Robin deixou a banda logo após a gravação por causa de uma briga com o irmão, Barry. O trio voltaria a trabalhar junto poucos anos depois, quando já estavam experimentando com sons mais dançantes.
O estouro da discoteca marcaria os Bee Gees, para o bem e para o mal. Quando o estilo saiu de moda, arrastou quase todos os artistas para o buraco. “Fomos tratados como leprosos”, diria Robin depois. “Ninguém queria chegar perto de nós.”
O que leva à inevitável pergunta: o que teria sido dos Bee Gees se a discoteca não tivesse acontecido? O objetivo do grupo sempre foi ser reconhecido por música pop de qualidade, como faziam seus ídolos, os Beatles.
Em 1988, o irmão mais novo dos Gibb, Andy, que tinha uma carreira solo de sucesso como cantor, morreu aos 30 anos, de problemas cardíacos piorados por uma longa adição a drogas. Em 2003, Maurice morreu de um ataque do coração.
Já Robin havia sido hospitalizado há alguns meses para tratar de um câncer. Passou por uma cirurgia no intestino em março e não pôde prestigiar a estréia, em abril, de “The Titanic Requiem”, uma peça clássica que compôs com o filho, Robin-John, em tributo ao centenário do acidente do Titanic.
Robin chegou a entrar em coma, mas acordou dias depois, enquanto a família cantava para ele, no leito do hospital. Até na doença, os Gibb nunca deixaram a música de lado.

5987 – Novo telescópio solar europeu começa a operar


Gregor é o nome do novo telescópio solar europeu que foi inaugurado nesta segunda-feira no Observatório do Teide, na ilha de Tenerife, que é a maior das ilhas Canárias.
O instrumento é o maior do gênero na Europa e passa a ser o terceiro do mundo. Os fabricantes — um consórcio do qual participa o Instituto Max Planck, outras institulções alemães e europeias– desenvolveram uma tecnologia que faz com que o telescópio faça uma “compensação” das turbulências atmosféricas, que são capazes de interferir na qualidade das imagens finais.
O Gregor foi construído com uma cúpula retrátil para facilitar o esfriamento pelo ar de suas estruturas e espelhos, mantendo-o estável e à margem da ação dos ventos.

Telescópio Solar Europeu