Arquivo da categoria: Entretenimento

6858 – Festival de Cinema Ambiental no Rio


O Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental acontece todos os anos em Goiás e é considerado o terceiro maior do gênero na América Latina.
Na comemoração dos seus 10 anos, a edição carioca irá exibir os vencedores da premiação deste ano (que aconteceu entre junho e julho) e fazer uma retrospectiva com filmes que marcaram a década. “Ao divulgar o cinema ambiental, fomentamos reflexões que servem como inspiração para rotinas, de fato, sustentáveis”, diz Carla Oliveira, idealizadora e realizadora do projeto.
As sessões serão seguidas de debates com especialistas da área ambiental, como André Trigueiro, Sérgio Besserman, Carlos Minc, Bruno Boni e Celina Carpi.
Entre os filmes vencedores que serão apresentados estão três brasileiros, um alemão e um chinês. Um dos brasileiros, “Paralelo 10” (veja trailer), de Silvio Da-Rin, é o grande vencedor da Mostra Competitiva do FICA Goiás 2012. O filme é baseado no depoimento do sertanista José Carlos Meirelles e do antropólogo Terri de Aquino sobre a nova política indigenista no Brasil para proteger tribos de índios ainda não contatadas.
Os outros dois brasileiros, “Desterro Guarani” (veja trailer) e “Dia estrelado”, ganharam menção honrosa. O primeiro é um filme feito pelos índios Patricia Ferreira e Ariel Ortega, com codireção do francês Vincent Carelli, fundador da ONG Vídeo nas Aldeias, que faz uma reflexão do contato dos guaranis com os colonizadores. O segundo é dirigido por Nara Normande, que conta a história de sobrevivência de um menino e sua família numa região inóspita.
Na retrospectiva, serão apresentados os filmes “Surplus, Terrorized into Being Consumers” (Suécia), “Umbrella” (Índia), “The Botton Line, Privatizzing the World” (Canadá) e “Efeito Reciclagem” (Brasil).

6851 – Mídia – Gil Gomes


Gil Gomes (São Paulo, 13 de junho de 1940) é um jornalista, repórter policial do rádio e televisão brasileiro popular graças a seus estilos personalíssimo de voz, de gestos e de se vestir.
Paulistano nascido e criado no bairro do Jabaquara,Gil Gomes, vendia balas e santinhos na porta de uma igreja, onde mais tarde foi aceito como congregado mariano.
Sofria de gagueira e para superá-la tentava imitar os locutores esportivos que ouvia pelo rádio. O método funcionou graças, segundo afirma, a sua força de vontade. Foi, então, convidado a ser locutor nas quermesses da igreja e descobriu que a comunicação era sua vocação. Abandonou assim a idéia de ser médico, como desejava seu pai.
Numa dessas quermesses recebeu aos 18 anos o convite para seu primeiro emprego na Rádio Progresso, como locutor esportivo. Na mesma função, passou por vários rádios da Capital e do interior paulistas até chegar à Rádio Marconi (rádio que teve sua concessão cassada pela ditadura militar). Quando a Rádio Marconi parou de fazer coberturas esportivas, Gomes passou a integrar o departamento de jornalismo da emissora cuja chefia assumiu no final dos anos 60.

Um incidente ocorrido em 1968 fez nascer acidentalmente o repórter policial Gil Gomes. Ele realizava entrevistas pelo telefone com políticos, quando tomou conhecimento que um caso de agressão sexual estava ocorrendo no edifício onde a rádio estava instalada. Num impulso, resolveu fazer a cobertura do caso ao vivo. Desceu as escadas do prédio com o microfone na mão, fazendo locução e entrevistando os envolvidos e as testemunhas.
A Rádio Marconi obteve uma audiência recorde com essa cobertura e Gil Gomes concluiu que um programa policial ao vivo era o caminho a seguir. Mas foi um caminho difícil, o regime militar não tolerava críticas ao trabalho da polícia. Para agravar a situação, a Rádio Marconi já era visada pelas autoridades por adotar, em seu noticiário, uma linha de oposição ao governo.
Várias vezes – mais de trinta, conforme afirma Gil Gomes – ele e sua equipe foram presos e a rádio retirada do ar. De todas as prisões, conseguiu se safar sem maiores consequências por conta de sua amizade com policiais. Quando a programação da rádio começou a sofrer censura prévia, Gomes narrava no ar historinhas infantis e receitas culinárias em substituição ao noticiário censurado.
Mas não só as autoridades o hostilizavam. Ao colaborar, com sua equipe, na elucidação de crimes, passou também a sofrer ameaças de morte de bandidos.
Concorria com o primeiro repórter policial da rádio Bandeirantes, José Gil Avilé, o Beija-Flor.

Na TV: Aqui Agora
Em 1991 o SBT(Sistema Brasileiro de Televisão), rede comandada por Sílvio Santos, lançou o jornal diário Aqui Agora. Para se diferenciar do jornalismo sisudo e bem comportado da Rede Globo, Sílvio idealizou o Aqui Agora como um jornal popular no formato e na linguagem. Entre os convidados para integrar a equipe de locutores e repórteres do jornal estava Gil Gomes, que aparecia ao lado de Sônia Abrão, Celso Russomanno, Jacinto Figueira Júnior (o homem do sapato branco) e Wagner Montes, entre tantos outros.
Como o programa jornalístico dava ênfase a reportagens sobre acidentes graves e crimes de toda sorte, Gil Gomes teve um papel destacado. Foi no Aqui Agora que ele aprimorou o visual, a voz e o gestual que cairam no gosto do grande público e serviram de inspiração para os imitadores dos programas de humor.
Vestido invariavelmente com uma camisa de cores berrantes, como se tivesse sido comprada numa banca de camelô de um bairro popular, a mão direita empunhando o microfone e a esquerda gesticulando em horizontal como se alisasse o pelo de um cão, Gil Gomes narra os fatos diretamente da cena do crime com sua voz arrastada e grave, que cresce em volume nos momentos mais dramáticos. Usa frases curtas, que às vezes nem chega a completar. Nas entrevistas, não adota uma posição neutra: se emociona diante das vítimas e explode de indignação diante dos criminosos.
O Aqui Agora fez tanto sucesso que passou a ter duas edições diárias. Mas, com o aparecimento de concorrentes, foi perdendo audiência e saiu do ar em 1997. Alguns anos após, Gomes foi aproveitado no programa humorístico Escolinha do Barulho da TV Record.
Em 1998 foi contratado pela TV Gazeta para ser repórter do Mulheres.

A Escolinha do Barulho foi ao ar em 1999 quando a Rede Globo deixou de apresentar a Escolinha do Professor Raimundo com Chico Anísio e dispensou diversos atores cômicos do elenco, que a Record resolveu contratar para fazer um programa semelhante. Como inovação, em vez de um único professor, a Escolinha do Barulho da Record teve quatro professores fixos, Dedé Santana, Miele, Benvindo Siqueira e Gil Gomes.
Gil Gomes apresentou um programa na Rádio Tupi.
Em 2004/05 foi repórter e apresentador do Repórter Cidadão na RedeTV!.
De 2007 a 2011 integrou o casting da Rádio Record de São Paulo.

6846 – Cinema – Resident Evil 5


Enredo
Fruto de uma das experiências das Umbrella Corporation, Alice (Milla Jovovich) acorda misteriosamente em outra realidade, como se nada tivesse acontecido no planeta Terra. Mas as sequelas do vírus T logo aparecem na forma de zumbis famintos por carne humana e ela descobre, novamente, fazer parte de um novo e viajante experimento. Dentro das intalações da terrível corporação, a guerreira descobre que um antigo inimigo pode estar por trás de um plano para salvar não só ela, mas também seus antigos companheiros de luta, como Ada (Binbing Li), entre outros. Agora reunidos, eles lutarão lado a lado num combate sangrento, que os levará a uma importante e inacreditável revelação. Só existe um problema, Jill Valentine (Sienna Gillory) e Rain Ocampo (Michelle Rodriguez), sob as ordens da poderosa Rainha Vermelha, não estão dispostas a facilitar as coisas para o grupo, que ainda por cima corre contra o tempo.
Para o grupo sair com vida do local, terão que passar pela chefe de segurança Jill Valentine (Sienna Guillory), que passou por uma lavagem cerebral e que agora trabalha para a Umbrella, e o clone de Rain Ocampo (Michelle Rodriguez), morta no primeiro filme da franquia e cujo clones andam sendo fabricados para experiências. Duas tentam escapar com vida do local e ocasionalmente se encontram com o resto do grupo. Agora cabe a eles lutarem pela sobrevivencia.

Quinto filme de um franquia que nasceu dos jogos eletrônicos, no caso o Play Station 1, Resident Evil 5: Retribuição tem entre seus méritos não precisar de bula para que se possa entendê-lo. Embora seja uma sequência, é perfeitamente possível que um espectador comum, que gosta de cinema de ação e efeitos especiais, se sinta a vontade diante das inúmeras sequências, sem ser um ávido jogador ou fã do(s) personagem(s).
Filme de ficção científica de ação e horror escrito e dirigido por Paul W. S. Anderson e estrelado por Milla Jovovich. É o quinto filme baseado na série de jogos da Capcom, Resident Evil, disponível também em 3D.

Vazamento do trailer na internet
Em 19 de janeiro de 2012 o trailer vazou na Internet, no começo mostra pessoas em cartões postais do planeta dizendo seus nomes e dizendo a frase: “This is my World” (Isso é meu mundo), então aparece o planeta completamente destruído com Alice dizendo “This is my World”, aparecem flashbacks e mostra vários Lickers perseguindo as pessoas, aparece também Ada Wong interpretada por Li Bingbing. No dia 14 de junho de 2012, a Sony Pictures divulga o mais novo trailer de Resident Evil 5: Retribuição. Tendo como destaque o tão esperado confronto entre Alice e Jill, além de uma grande participação de Albert Wesker e Carlos, o clipe exibe diversas cenas do longa, incluindo rápidas aparições de Leon, Ada e Luther. A prévia foi divulgada após uma sessão de perguntas e respostas com Milla Jovovich.

Produção
As filmagens começaram em 10 de outubro e duraram até 23 de dezembro de 2011 exatos 55 dias, as locações incluíram Toronto, nas instalações da Cinespace de estúdio Kipling, Times Square em Nova York, Tóquio, e a Praça Vermelha em Moscou. Resident Evil: Retribution é o segundo filme da série a ser filmado em 3D, sendo o primeiro Resident Evil: Afterlife[15] o sistema de câmera Red Epic foi usado, o que o produtor Jeremy Bolt disse é 50% menor do que a Sony F35 que foi usada para Resident Evil: Afterlife.
Em 11 de outubro, uma plataforma entrou em colapso durante o segundo dia de filmagens e feriu 16 pessoas no set. De acordo com a polícia de Toronto, dez pessoas foram levadas para o hospital para tratamento de emergência. Lesões incluído hematomas e ossos quebrados. Equipes de emergência levaram muito tempo para determinar quais lesões foram reais já que as pessoas estavam vestidas com trajes de zumbi com sangue falso.
As ruas da Praça Vermelha foram fechadas por um dia e as filmagens de fundo foram feitas no metrô da Rússia depois que este foi fechado por cinco horas. A maioria das ruas foram construídas em conjuntos. Uma cena de ação inspirada no quinto jogo onde os personagens estão dirigindo um Hummer enquanto são perseguidos por zumbis é destaque, mas para o filme o Hummer foi mudado para um Rolls-Royce Phantom. A cena foi filmada no final de novembro em Moscou.
Durand e Roberts terminaram as filmagens na primeira semana de dezembro e Li envolto em 14 de dezembro. A cena de luta entre Jill e Alice, que envolveu mais de 200 movimentos começou a ser filmada de 14 de dezembro até o final da produção.

6843 – Museu do Som – O Micro System da Aiko


A Evadin Indústrias Amazônia S/A é uma das empresas do grupo empresarial Evadin.
Há mais de trinta anos no mercado, iniciou suas operações em 1.967 como importadora e distribuidora exclusiva dos produtos da empresa japonesa Mitsubishi Electric no Brasil.
Foi pioneira na Zona Franca de Manaus, onde inaugurou sua indústria em 1.972, produzindo eletrônicos com a marca própria Aiko. À partir de 1979, passou a fabricar, distribuir e garantir em todo o território nacional, Televisores e Videocassetes com a marca e tecnologia Mitsubishi.
Em 1994, a Evadin começou a montar os telefones celulares Motorola e, no ano seguinte, recarregadores de baterias.
No ano 2.000 a Evadin ingressou no segmento de informática, passando a desenvolver, industrializar, distribuir e garantir microcomputadores e monitores de vídeo com a marca PCI, bem como monitores de vídeo para a AOC.
Em 2.003 a Evadin reiniciou a fabricação e distribuição de telefones celulares, agora com sua marca Aiko.
Hoje a Evadin ocupa um lugar de destaque entre as empresas do ramo eletrônico, resultado de seu contínuo aperfeiçoamento de tecnologia, vocação para produtos de alta qualidade e dedicação ao mercado brasileiro.
Sua fábrica, uma das mais modernas da Zona Franca de Manaus, localiza-se em uma área construída de 50.000 m², e seus produtos estão presentes em cerca de 6.000 pontos de vendas em todo o Brasil, sendo 2.500 só em São Paulo.
A administração central, estrutura de apoio e central de atendimento ao consumidor e ao revendedor estão na capital de São Paulo, em um prédio próprio com 25.000m² de área construída.

Veja ele aqui com o equalizador da Tarkus

O Micro System da Aiko foi lançado em 1982, era um sistema compacto de alta potência e qualidade e que competia com sistemas residenciais modulados bem maiores. O produto foi um sucesso de vendas. Consistia em um amplificador, um tuner digital e um tape deck, todos independentes, que eram conectados entre si atraves de um plug dim ou Philips, ao contrário dos demais que usavam plug RCA.
Um dos melhores equipamentos portáteis já fabricados no Brasil.
A tarkus desenvolveu um equalizador de tamanho reduzido que podia ser adaptado ao conjunto.

O conjunto original

Amplificador PA-3000

Potência de saída por canal
20W RMS (? Ohms, 1% THD, 20Hz – 20kHz)
40W RMS (? Ohms, ? THD, ? Hz – ? kHz)
Resposta de Freqüência
20Hz – 20kHz (+/-0,2dB)
Relação Sinal/Ruído
46dB (Phono)

71dB (Line)
Sensibilidade e Impedâncias
0,6mV / 47k ohms (Phono)

35mV (Tuner/Auxiliar)

64mV (Tape)
Phono Overload
150mV (1kHz) / 47k Ohms
Equalização Phono (curva RIAA)
20Hz – 20kHz (+/-0,5dB)
Controle de tonalidade
-9dB / +8dB a 100Hz (Graves)

-9dB / +8dB a 10kHz (Agudos)
Loudness
+5dB a 100Hz, +5dB a 10kHz
Alimentação
117/220V (60Hz)
Consumo
100W (máx. sinal)
Dimensões
210 x 67 x 173 mm

Tuner DT-3000 (digital)
Especificações Técnicas

Faixa de sintonia FM
88 – 108mHz
Sensibilidade útil
3,16uV (15dBf)
Faixa de sintonia AM
525 – 1650kHz
Sensibilidade útil
398uV/m
Resposta de Freqüência
30Hz – 15kHz (-0,5dB)
Relação Sinal/Ruído
60dB
Separação entre canais
40dB (1kHz)
Saídas de Audio
560mV (FM), 250mV (AM)
Alimentação
117/220V (60Hz)
Consumo

Dimensões
210 x 67 x 173 mm (LxAxP)
Peso
2,1 Kg

Tapr Deck TD-3000
Especificações Técnicas

Fitas compatíveis
Norm / FeCr / CrO2
Velocidade da Fita
4,75 cm/s
Resposta de Freqüência
40Hz – 12,5kHz (Norm) -3dB

40Hz – 14kHz (CrO2) -3dB
Distorção Harmônica Total (THD)
1,5%
Relação Sinal/Ruído
50dB (NR off)
Wow & Flutter
0,2% (wRMS)
Separação entre canais
45dB (1 kHz)
Nível de entrada
60mV
Impedância de entrada
47 k Ohms
Nível de saída
500mV
impedância de saída
2k2 Ohms
Alimentação
117/220V (60Hz)
Consumo
10W
Dimensões
210 x 138 x 173 mm (LxAxP)
Peso
2,5 Kg

6842 – Mega Memória Games – O Telejogo da Philco


Telejogo

Telejogo foi um aparelho de videogame simples, consistia basicamente de traços que subiam ou desciam para rebater um quadrado (bola), o controle era feito através de um dial (como o sintonizador de rádio). No Brasil ele foi comercializado em 1977 pela Philco/ Ford.
Fabricante Philco Ford
Família do
produto Pong
Tipo Console de videogame
Geração 1ª geração
Lançamento 1977
CPU National Semiconductor MM57100N[1]
Controladores Dial (semelhante a um seletor de rádio) ou Potenciometro de Fio
Sucessor Telejogo II
Ligado no TV pela entrada de antena

6841- Mega Memória Games – A Atari


Uma caixa muito popular nos anos 80

Atari, Inc. é uma empresa de produtos eletrônicos, e uma das principais responsáveis pela popularização dos video games. Foi fundada em 1972 por Nolan Bushnell e Ted Tabney, e no mesmo ano começou a produzir em massa máquinas que reproduziam o jogo Pong.
Durante os anos 70, a Atari se destacou ao produzir dezenas de jogos para arcade. Tempo depois, Nolan Bushnell vendeu a empresa para a Warner, que tinha feito uma oferta irrecusável. Com o passar do tempo, houve um certo “choque” entre a nova direção e Nolan Bushnell por causa do modo diferente dele administrar a empresa, e também irritando os magnatas que tinham comprado a compania. Isso culminou com Nolan Bushnell sendo despedido. O primeiro console foi o Atari VCS (Video Computer System), produzido em 1977. Seu preço era alto demais (em torno de 200 dólares), e uma sucessão de novos consoles foi lançado para tentar estabelecer uma fonte de renda segura, até que, em 1978, lançou o Atari 2600, de longe seu maior sucesso (e posteriormente o ícone da empresa). Novos consoles com mais recursos foram lançados posteriormente (como o Atari 5200, o portátil Lynx, e o mais recente Jaguar), mas nenhum chegou perto das marcas de venda alcançadas pelo 2600 durante os anos 80. Havia centenas de empresas produzindo jogos (que chegavam aos milhares de títulos) para o 2600, entre elas a SEGA, a Coleco, e a Nintendo. As vendas começaram a cair nos Estados Unidos entre 1983 e 1984. No Brasil foi lançado em 1983 pela Gradiente e continuou como o vídeo game mais popular até o final da década, quando a SEGA entrou no mercado com o Master System. Ainda assim, é possível encontrar até hoje programadores e pequenas empresas produzindo novos jogos compatíveis com esse console.
O insucesso frente às grandes marcas surgidas a partir da “terceira geração” de video games de 8 bits causou problemas financeiros na Atari. No início dos anos 90, a companhia investiu no portátil Lynx, que não teve a mesma aceitação que o concorrente Game Boy, da Nintendo. Em 1993 lançou, em parceria com a IBM, o Jaguar, console de 64 bits, e o mais avançado de seu tempo. Mas a carência de jogos e o alto preço do aparelho fez com que as vendas nunca decolassem, sendo mais tarde eclipsado pela Nintendo com o Nintendo 64, bem como pela Sony, com o seu primeiro console, o PlayStation.
Ao longo dos anos 90, a inabilidade da Atari em acompanhar o mercado de consoles culminou com a venda de suas divisões para diversas empresas de informática, terminando com a venda da própria marca para a Infogrames em 2001. Desde então, esta empresa usa o nome e o logotipo original da Atari em seus produtos, e assim produziu jogos de sucesso, como a série Civilization.

O mais popular no Brasil

Atari 2600 foi um video game projetado por Jay Miner e lançado em 1977 nos Estados Unidos e em 1983 no Brasil. Considerado um símbolo cultural dos anos 80, foi um fenômeno de vendas no Brasil entre os anos de 1984 a 1986 e seus jogos permanecem na memória de muitos que viveram a juventude nesta época.
O design inicial não iria ser baseado em cartuchos, mas após verem um sistema de cartucho falso em outra máquina os engenheiros imaginaram que poderiam colocar os jogos em cartuchos pelo preço do conector e da embalagem.
Em agosto de 1976 Fairchild Semiconductor liberou seu próprio sistema baseado em CPU, o Channel F. O Stella ainda não estava pronto para produção, mas estava claro que deveria estar pronto antes que outros produtos similares chegassem ao mercado, que foi o que aconteceu quando a Atari lançou o Pong. A Atari simplesmente não tinha o dinheiro necessário para completar o sistema rapidamente, e, além disso, a venda de seu Pong estava diminuindo. Nolan Bushnell procurou a Warner Communications, e vendeu a companhia para eles em 1976 por 28 milhões de dólares, com a promessa de que o Stella seria produzido o mais rápido possível.
A chave para o sucesso da máquina foi a contratação de Jay Miner, um desenvolvedor de chip que concentrou vários circuitos em um chip, tornando o TIA um chip único. Uma vez completo e testado, o sistema estava pronto para a venda. Na data de lancamento 1977, o desenvolvimento tinha custado aproximadamente 100 milhões de dólares.
A Atari licenciou o grande sucesso de arcade Space Invaders da Taito, o qual aumentou ainda mais a popularidade do console quando foi lançado, em maio de 1980, dobrando as vendas novamente para mais de 2 milhões de unidades vendidas.
O 2600 e seus cartuchos foram o maior fator por trás do gigantesco lucro da Atari, de mais de 2 bilhões de dólares em 1980.
As vendas dobraram novamente pelos 2 anos seguintes, com venda de quase 8 milhões de unidades em 1982.
Nesse período, a Atari expandiu a família 2600 com outros dois consoles compatíveis. Eles construíram o Atari 2700, uma versão sem fio do console, que nunca foi lançado por causa de uma falha de design.
A companhia também construiu uma versão menor e arredondada da máquina, apelidada de Atari 2800, para vender no mercado japonês no início de 1983, mas esse sofreu com a competição do recém lançado Nintendo Famicom.
Durante este período, a Atari continuou a crescer até possuir uma das maiores divisões de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) do Vale do Silício. Grande parte do orçamento de P&D foi gasto em projetos que pareciam não se adaptar aos videogames (e mesmo ao computador) fabricados pela companhia. Muitos destes projetos nunca viram a luz do dia. Enquanto isso, várias tentativas de criar novos consoles falharam por uma razão ou outra, embora seu modelo de computador pessoal, a família Atari de 8 bits, tenha obtido vendas razoáveis, se não espetaculares. A Warner estava mais feliz que nunca, as vendas do 2600 pareciam não ter fim e o Atari era responsável por metade dos lucros da companhia.
Os programadores de muitos dos maiores sucessos do Atari comecaram a ficar cada vez mais descontentes com a acompania por essa nao dar creditos aos desenvolvedores de jogos. Por exemplo, Rick Mauer, o programador do jogo Space Invaders, não recebeu nenhum credito e ganhou apenas USD$ 11.000 por seus esforcos, em compensação o cartuho arrecadou mais de USD$ 100 Milhoes em vendas. Mais notavelmente, Warren Robinett, o programador líder de Adventure, em protesto contra a política monopolista da Atari, escondeu seu nome em uma sala secreta dentro do jogo. Esse foi um dos primeiros ‘Ovos de pascoa’ (uma piada escondida), uma prática que continua até hoje no desenvolvimento de softwares. Muitos outros programadores deixaram a companhia e formaram suas próprias software houses independentes. A mais proeminente e duradoura dessas desenvolvedoras terceiras foi a Activision, fundada em 1980, os quais os títulos rapidamente se tornaram mais populares que a da própria Atari.

6830 – Mundo dos DJs – Não Recebeu os Créditos


Em setembro de 1989, o grupo italiano de música eletrônica Black Box permaneceu durante seis semanas consecutivas em 1º lugar na Inglaterra com o single “Ride On Time”. A faixa utilizou trechos copiados da música “Love Sensation”, gravada em 1980 pela já falecida cantora Loleatta Holloway, sem os devidos créditos. Após um acordo, Loleatta foi indenizada com uma quantia não revelada.
As novas prensagens contaram com a participação da cantora Heather Small do grupo M People no vocais.

Você confere o clip aqui no Mega:

6822 – Mega Games – Qual o jogo de videogame mais vendido da história?


Se considerarmos o jogo mais bem sucedido aquele com o maior sucesso de vendas, nada bate Call of Duty: Modern Warfare 3, lançado em dezembro de 2011. “Foram cifras medonhas em questão de dias, provocando verdadeiras filas para pegar o jogo no lançamento”, lembra André Pase, PhD em Estudos Comparados de Mídia, com ênfase em jogos e, claro, gamer de carteirinha. O novo Call of Duty alcançou US$ 1 bilhão em vendas em apenas 16 dias de prateleira.
A marca rendeu ao jogo o título de “produto de entretenimento mais vendido de todos os tempos”, de acordo com o jornal britânico The Guardian. O último filme da saga Harry Potter, por exemplo, demorou 17 dias, um a mais que Call of Duty, para atingir US$ 1 bi.

Um Pouco +
Tal jogo é um simulador de guerra de infantaria, onde combina o uso de armas da Segunda Guerra Mundial. O jogo foi distribuído pela empresa Activision e desenvolvido pela Infinity Ward. É o primeiro jogo da série Call of Duty.

Veja a versão de zumbis:

6821 – Mega Personalidades – A Morte de Hebe Camargo


Hebe piorou muito do câncer há uma semana e preferiu ficar em casa
A morte da apresentadora Hebe Camargo ocorreu depois de ela ter piorado muito há uma semana de um câncer, descoberto em 2010. Ela preferiu ficar em casa em vez de enfrentar mais uma internação, segundo o oncologista Sérgio Simon, um dos médicos que a acompanhava.
O tumor piorou muito nos últimos três meses. Ela não conseguia mais se alimentar, estava vivendo à base de soro. Há uma semana ficou pior, o rim estava parando. Foi uma opção dela e da família ficar em casa.
Hebe morreu em sua casa de uma parada cardíaca que ocorreu por causa das complicações de um tumor no peritônio (membrana que envolve os órgãos digestivos) que estava obstruindo o intestino.
Ele afirma que, nas cirurgias pelas quais Hebe passou, não foi possível retirar todo o tumor. Como a apresentadora não respondia mais à quimioterapia, o tratamento foi suspenso pelos médicos.
O cirurgião oncológico e diretor do núcleo de tumores colorretais do A.C. Camargo Samuel Aguiar Júnior, que não integrava a equipe de médicos de Hebe, afirma que é comum que, em pacientes de idade avançada como Hebe, nem todos os tumores sejam removidos para evitar uma cirurgia de grande porte.
Aguiar Júnior disse ainda que, em uma pessoa com a idade de Hebe, com um tumor avançado e um histórico recente de cirurgias e tratamentos, um problema cardiovascular é esperado.
Hebe foi internada em janeiro de 2010 para remover nódulos do peritônio (membrana que envolve os órgãos digestivos). Ela também fez tratamento com químio.
Em março deste ano (2012), ela voltou ao hospital Albert Einstein para fazer uma cirurgia de emergência, já que o mesmo tumor estava obstruindo o intestino. A quimioterapia foi recomendada, mas a apresentadora não respondia mais ao tratamento.
Poucos meses depois, em junho, Hebe teve que ser operada novamente, dessa vez para a retirada da vesícula.

Trechos da última entrevista
“Quero mais é trabalhar, viver, viajar, ver meus amigos”, disse ela ao jornal Folha de São Paulo. “Não sinto ter a idade que tenho. Sinto ter 52, 53 anos”, brinca, gargalhando. “Tenho meu público fiel, que não me abandona. Tenho as pessoas queridas que sempre me cercam. Para que vou querer ficar quietinha no meu canto?”
Hebe retornou ao trabalho na emissora após enfrentar a segunda rodada de uma luta contra o câncer.
Em 11 de março, foi internada no hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde passou por uma cirurgia para a remoção de um tumor que causava obstrução intestinal.
Hebe teve um câncer no peritônio, membrana que envolve o aparelho digestivo, detectado no início de 2010.
A apresentadora teve alta no dia 22 de março e ficou descansando em casa até se restabelecer por completo.
“Recebi tanto carinho, tantas flores e telefonemas…”, conta ela. “O pessoal da Record foi muito carinhoso comigo, parecia que eu era funcionária deles.”
Mas ela não pensava em trocar de emissora. Estava contente na RedeTV!, onde dizia ser tratada como rainha.
“Estou muito feliz lá. O duro é que andaram vendendo muitos horários para os pastores, isso atrapalha a audiência”, comentou.
“Ai, eu falo demais, né? Mas sempre fui assim, viu? Não é coisa da idade, não.”

Roberto Carlos nos funerais de Hebe

Funerais
O corpo de Hebe Camargo, morta no sábado (29-09-2012), foi enterrado no cemitério Gethsemani, no Morumbi, sob aplausos de amigos, familiares e admiradores.
Havia cerca de 600 pessoas no local, muitas com rosas colombianas de cor vermelha, as preferidas da apresentadora, além de quase uma centena de coroas de flores. Pétalas foram jogadas em cima do caixão.
Durante o enterro, admiradores cantavam “Como É Grande o meu Amor por Você”. Também eram ouvidos gritos de “Hebe maravilhosa” e “Hebe gracinha”.
O filho da apresentadora, Marcelo, não foi visto nas primeiras fila durante a cerimônia.
O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, disse algumas palavras antes do sepultamento. Diversas personalidades acompanharam a cerimônia, entre elas Luciana Gimenez, Serginho Groisman, Maria Paula, Ticiane Pinheiro e Mônica Serra.
O caixão com a apresentadora estava coberto por uma bandeira do Brasil e saiu em um carro dos Bombeiros por volta de 10h do Palácio dos Bandeirantes, sede do governo de São Paulo, onde o corpo foi velado. De acordo com a assessoria do palácio, 8.000 pessoas passaram pelo velório.

Um Pouco +
Hebe Maria Monteiro de Camargo Ravagnani, mais conhecida como Hebe Camargo ou simplesmente Hebe (Taubaté, 8 de março de 1929 — São Paulo, 29 de setembro de 2012) foi uma apresentadora de televisão, atriz, humorísta e cantora brasileira, tida como a “rainha da televisão brasileira”. Ravagnani é seu sobrenome de casada. Morreu no dia 29 de setembro de 2012 por uma parada cardíaca em São Paulo.
Nascida em Taubaté, filha de Esther Magalhães Camargo e Segesfredo Monteiro Camargo, Hebe teve uma infância humilde. Na década de 1940, formou, com sua irmã Stella Monteiro de Camargo Reis, a dupla caipira “Rosalinda e Florisbela”. Seguiu na carreira de cantora com apresentações de sambas e boleros em boates, quando abandonou a carreira musical para se dedicar mais ao rádio e à televisão.
Hebe ajudou o grupo que foi ao porto da cidade de Santos pegar os equipamentos para dar início a primeira rede de televisão brasileira, a Rede Tupi. Foi convidada por Assis Chateaubriand para participar da primeira transmissão ao vivo da televisão brasileira, no bairro do Sumaré, na cidade de São Paulo, em 1950. No primeiro dia de transmissões da Rede Tupi, Hebe Camargo viria a cantar no início do TV na Taba (que representava o início das trasmissões) o “Hino da Televisão”, mas teve que faltar ao evento e sendo substituída por Lolita Rodrigues.
O programa Rancho Alegre (1950) foi um dos primeiros programas em que Hebe participou na TV Tupi de São Paulo: sentada em um balanço de parquinho infantil Hebe fez um dueto com o cantor Ivon Curi. Tal apresentação está gravada em filme e é considerada uma relíquia da televisão brasileira, uma vez que o videotape ainda não existia e na época não se guardava a programação em acervos, como atualmente.
Em 1955 Hebe deu início ao primeiro programa feminino da TV brasileira, O Mundo é das Mulheres, onde chegou a apresentar cinco programas por semana. Em 1957, Hebe, originalmente com os cabelos escuros passou a se apresentar com os cabelos tingidos de louro, os quais tornaram-se uma de suas marcas registradas. Em 1964 a apresentadora abandonou o programa para casar-se com o empresário Décio Cupuano, união da qual nasceu Marcello.
Em 1960 é contratada pela TV Continental para apresentar Hebe Comanda o Espetáculo, cuja edição especial em 1961 é lançada em disco.
Em 10 de abril de 1966, vai ao ar pela primeira vez o seu programa dominical homônimo Hebe Camargo, acompanhada do músico Caçulinha e seu regional TV Record; o programa a consagrou como entrevistadora e a tornou líder absoluta de audiência da época.
Durante a Jovem Guarda muitas personalidades e novos talentos passaram pelo “sofá da Hebe”, no qual eram entrevistados em um papo descontraído. Seus temas preferidos na época eram separações, erotismo, fofoca e macumba.
Logo depois, a apresentadora Cidinha Campos veio ajudá-la nas entrevistas. Hebe também arranjava tempo para o seu programa diário na Jovem Pan – Rádio Panamericana.
Hebe passou por quase todas as emissoras de TV do Brasil, entre elas a Record e a Bandeirantes, nas décadas de 1970 e 1980. Na Bandeirantes, ficou até 1985, quando foi contratada pelo SBT.
Em 1986, Hebe foi para o SBT, onde apresentou três programas: Hebe, no ar até 2010, Hebe por Elas e Fora do Ar, além de participar do Teleton e em especiais humorísticos, como um quadro do espetáculo da entrega do Troféu Roquette Pinto, Romeu e Julieta, em que contracenou com Ronald Golias e Nair Bello, já falecidos, artistas que foram grandes amigos da apresentadora.
O programa Hebe entrou no ar em 4 de março de 1986. Entre 1986 e 1993, o programa foi ao ar nas terças-feiras. Em 1993, migrou para as tardes de domingo. No ano seguinte, foi para a segunda. Durante um período, foi exibido aos sábados. A apresentadora recebe convidados para pequenos debates e apresentações musicais: todos se sentam em um confortável sofá, que é quase uma instituição da televisão brasileira.
Em 1995, a gravadora EMI lançou um CD com os maiores sucessos de Hebe. Em 1999 voltou a lançar um CD. Em 22 de abril de 2006 comemorou o 1 000º programa pelo SBT.

Doença
Em 8 de janeiro de 2010, Hebe foi internada no hospital Albert Einstein, na Cidade de São Paulo. Informações preliminares adiantavam que ela passaria por uma cirurgia para a retirada de um tumor no estômago. Um boletim emitido posteriormente pelo hospital divulgou que Hebe foi submetida a uma laparoscopia diagnóstica, que encontrou nódulos, atestando ser um tipo raro e de difícil tratamento do câncer no peritônio. O resultado da análise confirmou a existência de um tumor primário na região. Em junho de 2012, Hebe foi internada para ser submetida a uma cirurgia de retirada da vesícula biliar.
Dois dias antes de anunciar a saída do SBT, no dia 11 de dezembro, Hebe, com permissão do SBT, gravou com o apresentador Fausto Silva o Domingão do Faustão, da Rede Globo, onde recebeu uma homenagem (este programa foi ao ar no dia 26 de dezembro de 2010). Após sua saída do SBT, ela assinou contrato com a RedeTV! em 15 de dezembro de 2010 para receber 500 mil reais por mês mais 50% de todos os merchandisings.
A confirmação da rescisão do contrato com a RedeTV! saiu em 17 de setembro. A última exibição do programa Hebe na RedeTV! ocorreu no dia 25 de setembro de 2012 em uma edição especial de despedida da emissora.
Hebe morreu em 29 de setembro de 2012, em São Paulo aos 83 anos após sofrer uma parada cardíaca de madrugada, enquanto dormia.

“Eu queria dizer que Silvio Santos é um ‘pai’ que respeita seus empregados. Jamais atrasou os pagamentos um dia sequer, é um grande empresário.”

25 de Setembro, o dia do Rádio


A primeira emissora de rádio no Brasil, foi fundada em 20 de abril de 1923, tendo como fundador Edgar Roquete Pinto, na Academia Brasileira de Ciências, a Rádio Sociedade do Rio de Janeiro com o prefixo PRA-A. Logo depois veio a Rádio Clube do Brasil PRA-B, fundada por Elba Dias.
Em São Paulo/SP a primeira Emissora foi a EDUCADORA PAULISTA, fundada em 1924 e em Belo Horizonte a primeira rádio foi a RÁDIO MINEIRA fundada em 30 de maio de 1936. Hoje, lamentavelmente fora do ar. Mas, a primeira transmissão do Rádio foi no dia 07 de setembro de 1922, durante a exposição comemorativa do centenário da independência.
O discurso do então Presidente da República, Epitácio pessoa, além de ser ouvido no recinto da exposição, chegou também em Niterói, Petrópolis e São Paulo, graças à instalação de uma retransmissora no Corcovado e de aparelhos de recepção nesses locais. Hoje são milhares de rádios espalhadas pelo país, levando alegria , entretenimento e informação para um Brasil de audiência, e principalmente ao ouvinte que sempre fez do Rádio, seu grande companheiro. Dia 25 de setembro, Dia do Rádio.
Sobre o Radialista Na época, quando fundou a primeira emissora de Rádio do Brasil, não existiam escolas para formação de Radialistas. Foram os Radiamadores os primeiros locutores, por já possuírem experiência com microfones. Uma característica era fazer uma programação cultural, que consistia em música Erudita, conferência e palestras que não interessavam ao ouvinte.
Na Era do Rádio, o grande astro era “Vital Fernandes da Silva”, o “Nhõ Totico”, que permaneceu no ar por 30 anos. O mais incrível é que nesta época ele apresentava dois programas ao vivo e totalmente improvisado. Nos dias de hoje, com um ouvinte mais exigente, o radialista precisa de muita técnica e ter um padrão que se identifique com cada emissora.
Mas o ponto em comum entre eles tem que ser o carisma. Dentro de cada Radialista existe um inexplicável sentimento de dedicação e o interesse pelo que faz. Só o idealismo não é o suficiente, existe a necessidade do talento. Com milhares de bons Radialistas espalhados pelo Brasil, o Rádio é hoje rico.
Oferecendo boas opções para aquele que merece todo o nosso respeito. O ouvinte. O Radialista é um sonhador, um apaixonado que faz parte do cotidiano das pessoas.

No princípio o “carro-chefe” eram as novelas no rádio, depois as rádios se tornaram musicais, hoje, o foco ficou no jornalismo, esporte e prestação de serviço. Achava-se que o rádio entraria em declínio com o surgimento da TV e da Internet, mas isso não aconteceu, o rádio se adaptou e continua aí firme e forte, com seus 90 anos e fôlego de gato. O Rádio, o seu grande companheiro.

6785 – Holograma faz “ressureição” dos artistas


O rapper Tupac Shakur foi ao palco neste ano apresentar-se para 85 mil pessoas na Califórnia. Detalhe: Tupac morreu em 1996. A ressureição foi uma holografia. Ou quase, fãs de Star Wars. Diferentemente de um holograma, a animação teve apenas duas dimensões. Qual o truque? Projetá-la numa película quase invisível, no meio do palco, fazendo um duo com seu amigo vivo Dr. Dre.

Animação póstuma
Do corpo atlético a seus movimentos, toda a animação foi gerada a partir de fotos e vídeos de arquivo pela empresa Digital Domain, de forma semelhante ao personagem de Brad Pitt em O Curioso Caso de Benjamin Button.
No topo do palco – e bem fora do campo de visão da plateia – 3 projetores trabalham em sincronia, disparando as imagens para o mesmo ponto, abaixo do palco. A ideia é turbinar a projeção.
Deitado no chão, uma superfície refletora recebe a projeção e a rebate em direção ao palco.
Um filme de plástico PET é posicionado no palco num ângulo de 45º em relação à plateia. Ela recebe o reflexo vindo do espelho no chão e dá vida ao falso holograma.
A película de 10 m de largura por 4 m de altura tem espessura de 1 micrômetro (um fio de cabelo tem espessura de 70 micrômetros).
A imagem na película tem duas dimensões. Mas um truque simples dá a impressão de ser 3D: ela é instalada na frente dos outros músicos, que permanecem visíveis. Isso dá profundidade de campo.
O mesmo tipo de projeção já aconteceu no passado. Em 2011, Mariah Carey se apresentou em 5 lugares ao mesmo tempo. Em 2006, a banda de desenho animado Gorillaz tocou com Madonna no Grammy. A grande diferença: ninguém estava morto.

6784 – Espetáculo Mórbido – Programa de TV entrevista pessoas condenadas à morte


Um talk show com condenados à morte virou sucesso de audiência na China, com média de 40 milhões de espectadores. A própria jornalista criou o programa, que existe há 5 anos e já entrevistou 250 pessoas.
As entrevistas são gravadas algumas semanas, dias ou minutos antes da execução. Na China, 55 crimes são punidos com pena de morte – de homicídio a “crimes contra o Estado”, como espionagem e corrupção. Mas Yu só conversa com homicidas. “Muitos podem achar cruel pedir que um prisioneiro dê entrevista quando está prestes a ser executado. Ao contrário. Eles querem ser ouvidos”, disse ela à emissora inglesa BBC. Para ela, o programa cumpre uma função educativa, ajudando a prevenir o crime.
Com o escândalo causado no Ocidente pela entrevista à BBC, Yu foi proibida de falar com a imprensa, e o talk show da morte saiu do ar. Mas sua emissora (que é controlada pelo Estado) já afirmou que vai voltar. Para uma nova – e sangrenta – temporada.
Vale apelar de tudo pela audiência?

6780 – História da Discoteca – Carrie Lucas


É uma cantora norte-americana de muito sucesso em todo o mundo, inclusive no Brasil, no final dos anos 70
e década de 80.
Nascida em Carmel , Califórnia . Em 1976 assinou com a Soul Train. Lucas fez seis álbuns ao longo de sete anos com Soul Train e Solar Records.
Judy Watley do Shalamar participou de vocais de fundo de “Danceland” de 1979, um belo reforço;
Walter e Wallace Scott do Whispers também participaram.
Seu último trabalho conhecido foi uma aparição em 1990 para o filme “Lambada”, cantando uma música.
Com uma meia dúzia de sucessos que se tornaram clássicos, ela sempre aparece nas boas rádios e bailes de flashback.
Você confere aqui no ☻ Mega Arquivo I Gotta Keep Dancing:

6772 – Música – Paula Abdul


Paula Abdul a coreógrafa de Michael Jackson

Nascida numa família judaica na Califórnia, seu pai é sírio e foi criado no Brasil tendo, posteriormente, emigrado para os Estados Unidos. Sua mãe é oriunda do Canadá. Paula se tornou bem-sucedida na carreira de coreógrafa de videoclipes no início da década de 1980, sendo inclusive requisitada para filmar vídeos para Janet e Michael Jackson. No final daquela mesma década, decidiu perseguir uma carreira como cantora, lançado dois bem-sucedidos álbuns em 1988 e 1991. No começo da década de 1990 teve um turbulento relacionamento com o ator Emilio Estevez. Foi jurada em oito temporadas do American Idol ao lado de Simon Cowell e Randy Jackson. Quando foi contratada para a 8ª edição a cantora Kara, todos já previam uma suposta substituição que para a 9ª temporada foi confirmada. Abdul já não é mais jurada do programa, sendo substituída pela apresentadora Ellen DeGeneres, tendo inclusive imitado ironicamente Ellen durante o show VH1 Divas, mas logo na sequência desejando boa sorte a ela.

Alguns Singles
“Knocked Out” (1988)
“(It’s Just) The Way That You Love Me” (1988)
“Straight Up” (1988)
“Forever Your Girl” (1988)
“Cold Hearted” (1989)
“Opposites Attract” (dueto com o Wild Pair) (1989)
“Knocked Out” (Remix) (1990)
“Rush, Rush” (1991)
“The Promise Of A New Day” (1991)
“Blowing Kisses In the Wind” (1992)
“Vibeology” (1992)
“Will You Marry Me?” (1992)
“My Love Is For Real” (1995)
“Crazy Cool” (1995)

6760 – Cine Trash – Brinquedo Assassino


(Brinquedo Assassino ou Chucky, o Boneco Diabólico (título em Portugal)) é um filme norte-americano de terror de 1988 dirigido por Tom Holland. O filme foi lançado, nos Estados Unidos, em 9 de novembro de 1988. Ele foi recebido com sucesso moderado e desde então se transformou em clássico cult entre os fãs de filme de terror. Foi o único filme da série a ser lançado pela United Artists (em 1990 os direitos do filme foram vendidos a Universal). O filme trata da história de um boneco que ganha vida e se torna um assassino, seu nome é Charles Lee Ray, ou simplesmente Chucky, deriva dos nomes dos notórios assassinos Charles Manson, Lee Harvey Oswald e James Earl Ray. Child’s Play foi filmado em Chicago para as cenas externas. As cenas de estúdio foram gravadas na Sony Pictures Studios, em Culver City, na Califórnia.

Enredo
Chicago, Illinois, na noite de 9 de novembro de 1988. Charles Lee Ray, o notório “Estrangulador de Lakeshore”, está sendo perseguido pelo Detetive Mike Norris. Abandonado por seu parceiro de crimes Eddie Caputo, o assassino refugia-se numa loja de brinquedos, na qual é fatalmente atingido no coração por um tiro do policial. Mas antes de morrer, Charles utiliza seus conhecimentos de magia negra para realizar um ritual de vodu a fim de transferir sua alma para Chucky, um boneco da linha Good Guys, que estava na ocasião sendo promovido na TV. Durante o ritual, um relâmpago atinge e destrói a loja, selando a transferência da alma do psicopata para Chucky. No dia seguinte, em meio aos destroços da loja, o boneco é achado por um mendigo, que o vende a Karen Barclay como presente de aniversário para seu filho de seis anos de idade, Andy Barclay. Vivendo agora como o boneco Chucky, Charles descobre que precisa transferir sua alma do boneco para o corpo da primeira pessoa a quem revelou seu segredo, ou seja, Andy, a fim de ressuscitar ou ficará preso no boneco para sempre. Andy percebe que o boneco está vivo, mas a mãe do garoto e o Detetive Norris, que investiga os assassinatos, só passam a acreditar nele depois do boneco ter feito várias vítimas – dentre elas Maggie (amiga de Karen que concordou em cuidar de Andy por uma noite), Eddie Caputo (seu ex-parceiro de crime, morto em casa numa explosão provocada por Chucky), John “Dr. Death” Simonsen (seu ex-mentor de vodu, a quem Chucky mata via tortura de vodu), o médico Dr. Ardmore em um sanatório, entre outras.
O filme foi produzido com um orçamento estimado em nove mil dólares. Quando lançado, em 9 de novembro de 1988 em 1.377 salas de cinema, teve faturamento de US$ 6.583.963 no primeiro final de semana. Ao total, o filme teve faturamento de US$ 33.244.684 nas bilheterias dos Estados Unidos e mais US$ 10.952.000 pelo mundo. Tendo faturamento mundial de US$ 44.196.684.
Resenhas críticas foram geralmente positivas.

Prêmio Saturno
Venceu na categoria de melhor atriz (Catherine Hicks).
Indicado nas categorias de melhor filme de horror, melhor atuação de um ator jovem e melhor roteiro.

6755 – Classic House Music – Sonia Evans


Sonia, capa do álbum de 1989

Sonia Evans (Skelmersdale, Lancashire, 13 de fevereiro de 1971), mais conhecida apenas como Sonia é uma cantora pop britânica muito popular inclusive no Brasil, nos finais dos anos 80 e princípios dos anos 1990.
A sua carreira como cantora começou graças aos importantes produtores britânicos Stock Aitken Waterman em 1989 depois de insistir com Pete Waterman para ouvi-la cantar e conseguir convencê-lo. Waterman fazia um programa semanal na rádio e pediu a Sonia para que atuasse em direto no seu programa.
Mais tarde conseguiu grandes êxitos no UK Singles Chart incluindo o single e nº 1 no Reino Unido com “You’ll Never Stop Me Loving You” e o êxito “You’ve Got a Friend” (Big Fun & Sonia feat. Gary Barnacle e somou outros sucessos no top 20 dos singles incluindo “Can’t Forget You” e “You To Me Are Everything”.
Cantou duas canções de beneficência da Band Aid II em 1989 “Do They Know It’s Christmas” em 1989 (chegou ao primeiro lugar no Reino Unido) e da Gulf Aid “As Time Stood Still” em 1991.
Também representou o Reino Unido no Festival Eurovisão da Canção 1993 , com a canção “Better the Devil You Know” que terminou em segundo lugar, a seguir à canção da Irlanda.
Em 2003, Sonia participou no reality show Reborn in the USA juntamente com Elkie Brooks e Tony Hadley, sendo expulsa na quinta semana.
Em janeiro de 2007 protagonizou a pantomima Jack and the Beanstalk com Mark Curry. Meses mais tarde (ainda em 2007) , gravou um disco com os seus grandes sucessos no tempo em que esteve com editora/gravadora BMG Music (1991-1993).

Álbuns
Everybody Knows (1990) – #7 UK,
Sonia (1991) – #33 UK,
Better the Devil You Know (1993) – #32 UK,
Love Train – The Philly Album. (1998)
Greatest Hits (2007)

6737 – Mega Almanaque Futebol – Mané Garricha


Uma dupla imbatível

Manuel Francisco dos Santos, o Mané Garrincha ou simplesmente Garrincha (Magé, 28 de outubro de 1933 — Rio de Janeiro, 20 de janeiro de 1983) foi um futebolista brasileiro que se notabilizou por seus dribles desconcertantes apesar do fato de ter suas pernas tortas. É considerado por alguns o maior jogador de futebol de todos os tempos. No auge de sua carreira, passou a assinar Manuel dos Santos, em homenagem a um tio homônimo, que muito o ajudou. Garrincha também é amplamente considerado como o maior driblador da história do futebol.
Garrincha, “O Anjo de Pernas Tortas”, foi um dos heróis da conquista da Copa do Mundo de 1958 e, principalmente, da Copa do Mundo de 1962 quando, após a contusão de Pelé, se tornou o principal jogador do time brasileiro. A força do seu carisma ficou marcada rapidamente nas palavras do poeta de Itabira, Carlos Drummond de Andrade, numa crônica publicada no Jornal do Brasil, no dia 21 de janeiro de 1983, um dia após a morte do genial

“Se há um Deus que regula o futebol, esse Deus é sobretudo irônico e farsante, e Garrincha foi um de seus delegados incumbidos de zombar de tudo e de todos, nos estádios. Mas, como é também um Deus cruel, tirou do estonteante Garrincha a faculdade de perceber sua condição de agente divino. Foi um pobre e pequeno mortal que ajudou um país inteiro a sublimar suas tristezas. O pior é que as tristezas voltam, e não há outro Garrincha disponível. Precisa-se de um novo, que nos alimente o sonho.”

— Carlos Drummond de Andrade

De origem humilde, com quinze irmãos na família, Manuel dos Santos era natural de Pau Grande, um distrito de Magé, no estado do Rio de Janeiro. Sua irmã o teria apelidado de Garrincha, fazendo uma associação com o pássaro de mesmo nome, muito comum na região.
Uma das características marcantes que envolvem a figura de Garrincha relaciona-se a uma distrofia física: as pernas tortas. Numa perspectiva frontal, por exemplo, sua perna esquerda, seis centímetros mais curta que a direita, era flexionada para o lado direito, e a perna direita, apresentava o mesmo desenho. Afirma Ruy Castro em seu livro que já teria nascido assim, mas há vários depoimentos no sentido que tal característica tenha sido sequela de uma poliomielite.
Com quatorze anos de idade, começou a jogar amadoramente no Esporte Clube Pau Grande e seu talento, já manifestado, despertou a atenção de Arati: um ex-jogador do Botafogo. Não se sabe com certeza quem o levou a fazer um teste no Botafogo, mas nos minutos iniciais do primeiro treino, ele teria dado vários dribles em Nílton Santos, o qual já era um renomado jogador.
Garrincha casou-se com Nair, namorada da infância, com quem teve nove filhas. Suas filhas Tereza e Nadir já estão falecidas. Separou-se de Nair e foi casado com Elza Soares por 15 anos, de 1968 a 1983. Os dois tiveram um filho, Manuel Garrincha dos Santos Júnior (9 de julho de 1977 — 11 de janeiro de 1986), morto aos 9 anos de idade num acidente automobilístico. Neném, o filho dele com Iraci, anterior ao casamento com Elza, também morreu num acidente em Portugal em 20 de janeiro de 1992, aos 28 anos. Garrincha também é pai de um filho sueco: Ulf Lindberg, fruto de um relacionamento com uma sueca da cidade de Umeå, durante uma excursão do Botafogo à Europa em 1959.
Por praticamente toda a sua carreira (95% das partidas), Garrincha defendeu o Botafogo (no período de 1953-1965), além da Seleção Brasileira (de 1957-1966).
Já em fim de carreira jogou alguns meses no Sport Club Corinthians Paulista, (1966), no Clube de Regatas do Flamengo, (1969), e no Olaria Atlético Clube, porém já estava longe de seu auge. Integrou o elenco do Vasco, em um amistoso contra a seleção da cidade de Cordeiro (RJ), marcando um gol nesta partida. Sua contratação não foi fechada pela equipe cruzmaltina devido a sua má condição física e foi devolvido ao Sport Club Corinthians Paulista após o supracitado amistoso.
Jogou sessenta partidas pelo Brasil entre 1955 e 1966. Em todos os seus jogos, participou de apenas uma derrota (de 3 a 1 para a Hungria na Copa de 66). Com Garrincha e Pelé jogando ao mesmo tempo, o Brasil nunca perdeu.
Mesmo na Seleção Brasileira, Garrincha nunca abandonou sua forma irreverente de jogar. Voltava a driblar o jogador oponente, no mesmo lance, ainda que desnecessariamente, só pela brincadeira em si.
O último gol de Garrincha aconteceu no empate do Olaria Atlético Clube em 2 a 2 com o Comercial, dia 23 de março de 1972, no Estádio Palma Travassos em Ribeirão Preto. Foi, inclusive, o único gol de Mané pelo Olaria Atlético Clube.
Garrincha faleceu aos 49 anos em 20 de janeiro de 1983, vítima de cirrose hepática, tendo sido velado num caixão sob a bandeira do Botafogo.
Em seu epitáfio lê-se “Aqui jaz em paz aquele que foi a Alegria do Povo – Mané Garrincha.” mas recente tem-se notícias que seu túmulo encontra-se abandonado sem ao menos uma homenagem justa de um ser que trouxe tantas alegrias, este dizeres que esta em seu epitáfio foi gravado na pedra e nem uma foto há, perde-se a história de um grande ídolo por falta de atenção de algumas autoridades que podem fazer algo.
Tudo indica que talvez uma das causas de sua morte precoce foi o excesso de bebida alcoólica, principalmente cachaça, por ele ingerida ao longo de sua vida. O fato do seu gosto pela branquinha era tão conhecido que algumas marcas traziam seu nome.
Em 2010, torcedores do Botafogo custearam uma estátua de quatro metros e meio e cerca de 300kg, ao custo de R$ 56.000,00 pagos ao artista plástico Edgar Duvivier. Essa estátua encontra-se hoje em frente ao Estádio João Havelange, onde o Botafogo manda seus jogos.
Já em novembro de 2011 durante a convenção mundial de futebol Soccerex, Eusébio, maior jogador português e contemporâneo tanto de Pelé quanto Garrincha, declarou abertamente que considerava Garrincha o melhor jogador de todos os tempos.
Garrincha foi considerado o mais habilidoso jogador que já existiu em todos os tempos sua capacidade de driblar e envolver seus adversários era impressionante. Pelo Brasil perdeu apenas uma das 61 partidas que fez com a camisa da Seleção. Em 1998, foi escolhido para a seleção de todos os tempos da Fifa, em eleição que contou com votos de jornalistas do mundo inteiro.

Garrincha no Corínthians
Partidas: 33
Gols marcados: 42
Partida de estreia: Corinthians 5 – 3 Vasco da Gama (2 de março de 1966)
Primeiro gol: Corinthians 3 – 1 Cruzeiro (13 de março de 1966)
Última partida: Corinthians 3 – 2 Santos (9 de outubro de 1966)
Último gol: Corinthians 2 – 0 São Paulo (19 de março de 1966)

6705 – Copa do Mundo do Brasil já tem o seu Mascote


O mascote

A Copa do Mundo no Brasil já tem um mascote: o tatu-bola, único que só existe no Brasil, nas regiões de Cerrado e Caatinga. Em função da caça predatória e destruição do habitat natural, é a espécie de tatu mais ameaçada de extinção no país. Atualmente, pode ser encontrado em Unidades de Conservação como o Parque Nacional da Serra da Capivara, no Piauí, e o Parque Ecológico do Jalapão, no Tocantins.
A ideia foi proposta pela ONG Associação Caatinga, que atua no Ceará e luta pela defesa do animal. Quando se sente ameaçado, ele se fecha na própria carapaça e forma uma bola – característica importante na escolha e que será aproveitada nos vídeos e animações publicitárias do evento. A Fifa também recebeu sugestões como onça, arara e jacaré.
O desenho do tatu-bola foi registrado ontem no site de patentes europeias (OHIM) e terá seu nome definido por votação na internet.

6693 – Cinema – Jean-Claude Van Damme


Jean-Claude Camille François Van Varenberg, mais conhecido como Jean-Claude Van Damme (Berchem-Sainte-Agathe, 18 de Outubro de 1960), é um especialista em artes marciais e ator belga. Devido a seu porte físico e sua origem belga, ele também é conhecido como “Os músculos de Bruxelas”.[2] e na América Latina também é chamado de Jean-Claude “El Loco” Van Damme devido aos seus filmes de ação.
Depois de estudar artes marciais intensivamente a partir de onze anos de idade, Van Damme alcançou sucesso nacional na Bélgica como artista marcial e fisiculturista, ganhando o título de “Mr. Bélgica”. Ele emigrou para os Estados Unidos em 1982 para iniciar uma carreira no cinema, e ainda nos anos 80 alcançou o sucesso com filmes como Bloodsport (1987) e Kickboxer (1989). nos anos 90 Duplo Impacto (1991) Soldado Universal (1992) O Alvo (1993) e Timecop: O Guardião do Tempo (1994) foi sucesso de bilheteria e arrecadou mais de US $ 100 milhões, se tornando seu filme mais bem sucedido financeiramente.

Nome completo Jean-Claude Camille François Van Varenberg
Nascimento 18 de Outubro de 1960 (51 anos)
Berchem-Sainte-Agathe, Bruxelas
Bélgica
Ocupação artes marciais
Altura 5’9,5″ ft – 1,77[1] m
Cônjuge Maria Rodriguez (1980–1984)
Cynthia Derderian(1985–1986)
Gladys Portugues(1987–1992)
Darcy LaPier (1994–1997)
Gladys Portugues (1999–)

Quando criança era muito pequeno, magro e sensível, o que levou seu pai a procurar algo que pudesse fortalecê-lo, tanto física quanto mentalmente. Foi então que Van Damme começou a treinar Karatê, aos onze anos de idade. Pouco depois tornou-se um bom bailarino e dançou Balé durante seis anos. Aos dezesseis, recebeu a faixa preta e tornou-se campeão europeu, vencendo o European Pro Karate Association, na categoria meio pesado. Seu estilo atual consiste de kickboxing, Karatê Shotokan, Muay Thai, e Taekwondo.
Logo depois de vencer o Campeonato Europeu de Karatê de contato leve, foi pela primeira vez aos Estados Unidos disputar o Campeonato Mundial de Karatê na Flórida, em 1979, o qual perdeu para seu compatriota Patrick Teugels.. Deslumbrado e muito entusiasmado com a América, Jean-Claude volta aos Estados Unidos em 1980, mas desta vez na Califórnia, onde conheceu a famosa academia “Gold Gym”, e lá iniciou os treinamentos intensos de musculação para melhorar seu físico, o que mais tarde o levou ao título de fisiculturismo ‘Mr. Bélgica’. Ao voltar para a Bélgica, resolveu montar uma academia em Bruxelas, “The California Gym”.
Através de alguns contatos na Europa, chegou a participar de uma produção francesa chamada “Rue Barbare”, lançado em 1983, no qual ele trabalhou apenas como figurante. Como Van Damme queria mais que isso, concluiu que o único jeito seria voltar para os Estados Unidos.
Em 1982 ele deixou Bruxelas e foi para Los Angeles. Depois de pouco mais de um ano morando em Los Angeles, conseguiu trabalhar como figurante nas filmagens de Braddock. Em 1984 também participou de um pequeno filme francês chamado “Monaco Forever” no qual interpretava um lutador gay de caratê. Em 1985, atuou como vilão no filme “Retroceder Nunca, Render-se Jamais”, seu primeiro papel de destaque. Dois anos depois, protagonizou o mega-sucesso “O Grande Dragão Branco” e desde então nunca mais parou de filmar – não somente como ator, mas também como escritor, roteirista, produtor, diretor e coreógrafo das cenas de lutas em diversos de seus filmes.
Van Damme casou-se 5 vezes.
Sua lista de filmes é muito extensa. Aqui estãoos primeiros:

Ano Filme Personagem
1983 Rue barbare Figurante
1984 Breakin’ Espectador da primeira sequência de dança
Braddock Dublê
1984 Monaco Forever Gay Karate Man
1985 Retroceder Nunca, Render-se Jamais Ivan Kraschinsky the Russian
1987 O Grande Dragão Branco Frank Dux
1988 Contato Mortal Andrei
1989 Cyborg – O Dragão do Futuro Gibson Rickenbacker
Kickboxer – O Desafio do Dragão Kurt Sloane
1990 Garantia de Morte Louis Burke
Leão Branco, o Lutador Sem Lei Lyon Gaultier
1991 Duplo Impacto Alex / Chad Wagner
1992 Soldado Universal Luc Devreux / GR44
1993 Vencer ou Morrer Sam Gillen
O Alvo Chance Boudreaux
O Último Grande Herói Ele próprio
1994 Timecop: O Guardião do Tempo Max Walker
Street Fighter: A Batalha Final Coronel William F. Guile
1995 Morte Súbita Darren McCord

Só este ano já foram 3: Os Mercenários 2, Olhos de Dragão e 6 Balas

6692 – Mega Almanaque – O Templo de Shaolin


É um famoso mosteiro budista localizado na província de Henan, na República Popular da China. Nele, viveu, no século VI, o 28º patriarca budista, Bodhidharma. No templo, Bodhidharma criou o estilo zen do budismo, bem como o estilo shaolin (xaolim) de kung-fu. Shaolin, traduzido do chinês, significa “Floresta Jovem”. Este nome teve origem após um grande incêndio que devastou as florestas ao redor do templo. As árvores destruídas foram depois replantadas, o que tornou a floresta “jovem”.
Este templo é tema de muitos filmes de kung Fu, uma febre nos anos 70.
O templo de Shaolin é considerado o grande centro das artes marciais chinesas. A grande maioria das artes marciais chinesas que chegaram aos tempos atuais possuem alguma influência dos estilos ou técnicas desenvolvidas dentro templo. A história marcial do templo budista começa no século VI, com a chegado do 28º patriarca budista, Da Mo. Ao longo da história o templo foi referência para várias áreas do conhecimento e representou papel importante na história política e social da China. Muitos filmes foram realizados para mostrar a rotina, a importância e o quanto o templo de Shaolin atuava politicamente (revoltas, rebeliões e revoluções). A capacidade de transformar as pessoas por meio da arte marcial e do budismo são enfocadas na maioria dos filmes. A arte marcial oferece disciplina e transformação energética; O budismo oferece compreensão e paz, formando uma eficaz forma de transformar indivíduos em seres melhores.